Alegado Xiaomi Mi 10 passa por AnTuTu Benchmark e impressiona

Filipe Alves
Comentar

O Xiaomi Mi 10 é um dos próximos topo de gama a chegar ao mercado. Os rumores referem que a Xiaomi está a preparar dois terminais que vão dar que falar. O Xiaomi Mi Mix 4 e o Mi 10.

Até ao momento não temos ideias informações garantidas do dispositivo, contudo, dado o historial da marca podemos tirar algumas conclusões do equipamento. Uma delas, é que chegará com o mais recente processador Qualcomm Snapdragon 865.

Pontuação do alegado Xiaomi Mi 10 no AnTuTu Benchmark

Alegado Xiaomi Mi 10

A pontuação de 560 mil pontos na benchmark mostra-nos que o terminal será tão potente quanto se espera. O processador da Qualcomm também já passou por esta benchmark revelando um pouco mais de pontos, contudo, é normal que tal aconteça.

Visto que o software da Xiaomi já deverá estar instalado no equipamento que passou no teste e até serem resolvidos todos os bugs no software de um novo terminal é normal que a pontuação não seja perfeita.

Quanto chegará e custará o Xiaomi Mi 10

Xiaomi Mi 10

Sabemos que o smartphone chegará no início do ano. Para ser mais concreto, fala-se do Mobile World Congress que acontece em fevereiro.

Assim sendo, o terminal deverá chegar umas semanas depois ao mercado. Com a Xiaomi a implementar-se forte na Europa, acredita-se que a chegada do smartphone às lojas o mais rápido possível é algo garantido.

Porém, temos de tomar em atenção que os preços podem não ser os mais convidativos, pelo menos no seu lançamento e em loja física.

Como é de esperar os valores em lojas oriundas da China deverão ser melhores e espera-se que venha a ser lançado por 500€. Já em loja física podemos estar a olhar para 600€. Lembro que o Mi Note 10 que foi recentemente lançado para Portugal chegou a 599€. Um terminal inferior ao que se espera do próximo Xiaomi Mi 10.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.