Adobe Premiere Pro prepara suporte nativo dos chips Apple M1

Rui Bacelar
Comentar

A Adobe é responsável por alguns dos melhores programas de edição de imagem e vídeo, com o Premiere Pro a ser um dos mais conceituados editores de vídeo com a gigante a trabalhar já no suporte para os novos processadores Apple M1.

Ainda que em versão beta, a primeira versão deste software otimizado para chips Apple está focada na edição e estabilidade do programa nestes novos processadores. A rapidez com que esta versão ficou disponível para os utilizadores é surpreendente.

Adobe Premiere Pro nos chips Apple M1

Apple M1

A Adobe acaba de publicar uma versão ARM do Premiere Pro para macOS, já totalmente otimizado para os novos processadores Apple M1. Isto faz com que o software de edição de vídeo seja nativamente executado nos mais recentes computadores Apple.

Ainda que para já permaneça em versão beta, certo é que a Adobe já deu a conhecer as otimizações, melhorias específicas para este novo "silicone" da Apple, bem como os bugs atuais e funcionalidades em falta. A velocidade é a palavra de ordem para a Adobe.

Adobe
Comparação dos tempos de exportação na versão Intel (cinza) e Apple (azul).

O gráfico acima ilustra as diferenças nos tempos de exportação de ficheiros editados no Adobe Premiere Pro em computadores Apple MacBook Pro. Note-se que as barras a cinza representam os computadores com SoC Intel e a azul, com SoC Apple.

A próxima revolução na edição de vídeo

A exportação de um projeto de vídeo é, por norma, a etapa mais morosa com todo o vídeo a ser compilado e, por vezes, a ser otimizado para a plataforma a que se destina. A Adobe tomou aqui como exemplo o popular codec / formato H.264.

Edição Adobe
Diferencial de tempo na edição de clips com chips Intel (cinza) e Apple (azul).

Acima vemos outro exemplo do potencial incrível dos Apple M1. A cinza-escuro e claro temos os MacBook Pro de 16'' e 13'', respetivamente. A azul temos o mesmo MacBook Pro de 13'', mas agora equipado com o processador Apple M1.

Naturalmente, quanto mais ágil é o processo de edição, menor é o tempo despendido no mesmo, portanto, a poupança de tempo é notória com o software de edição de vídeo da Adobe otimizado para o novo silicone de Cupertino.

De 71 segundos para 17 segundos. Esta é a diferença de tempo em cenas comparáveis no Adobe Premiere Pro, ainda em versão beta, querendo isto dizer que a versão final pode ser ainda mais veloz.

Vale referir que a Adobe também já disponibilizou aos interessados uma versão otimizada para os M1 do seu Photoshop e Lightroom, ao que agora se segue o editor de vídeo. Para quem tenha um processador Intel as diferenças serão insignificantes.

A Adobe deu a conhecer estas melhorias através do seu blog, além do fórum de discussão. Para os editores de vídeo e produtores de conteúdo será mais um grande motivo para migrarem, ou se manterem no ecossistema Apple.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.