Adeus stalkers! Instagram vai eliminar separador 'A seguir'

António Guimarães
Comentar

O Instagram vai remover o separador 'A seguir' já hoje, dia 7 de outubro. A empresa afirma que esta funcionalidade vai desaparecer pois já não é relevante ou útil para a comunidade de utilizadores. A sua relevância é subjetiva, no entanto.

Se utilizas o Instagram e tocares no símbolo do coração, abres a página de atividade onde podes ver quem gostou ou comentou as tuas publicações. No entanto tens um separador na mesma página do lado esquerdo chamado 'A seguir'. Neste separador, consegues ver a atividade das pessoas que segues desde gostos até comentários ou respostas.

instara
Página 'A seguir' do Instagram atualmente

Portanto, muito em breve terás apenas o separador 'Tu' onde vês os gostos, comentários e respostas nas tuas publicações, apenas. Basicamente ficas com acesso apenas às interações que outros utilizadores fazem contigo e não com o resto da comunidade. Remover esta função adiciona mais uma camada de privacidade, uma preocupação nos dias de hoje em relação a redes sociais.

Por outro lado, só quem te segue é que tem acesso a este registo de atividade. Dar a volta à situação é fácil: não aceitar pedidos para seguir de pessoas que não conheces ou que não consideres de confiança. No entanto, dado o teor das redes sociais onde o importante é ter seguidores, faz mais sentido para o Instagram remover a função.

Para quem quiser descobrir conteúdo novo, existe o separador de 'Explorar'

Há quem possa argumentar que o separador 'A seguir' é útil para descobrir interesses ou gostos em comum entre pessoas que já se seguem. Com esta remoção, resta o separador 'Explorar', que permite pesquisar por pessoas diretamente ou deslizar por várias sugestões dadas pelo Instagram, pela sua maioria mostrando negócios e celebridades.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.