Acordo entre Apple e Qualcomm fez a Intel desistir do modem 5G

Bruno Coelho

O acordo é histórico. Depois de andarem às turras por muito tempo, Qualcomm e Apple fizeram as pazes. O acordo significa que será a Qualcomm a levar o 5G até aos iPhone, e levou a Intel a sair do mercado do 5G mobile.

A conclusão chega vinda do próprio CEO da Intel, Bob Swan. A fabricante não vê razões para continuar neste mercado, já que não existiriam ganhos suficientes. Tendo em conta a parceria estabelecida entre Apple e Qualcomm, a Intel não encontra luz ao fundo do túnel.

iphone x
A Apple era o potencial cliente da Intel no 5G mobile

Em entrevista ao Wall Street Journal, Swan afirmou não ver futuro para a Intel neste mercado. A notícia revela a dependência que a Intel tinha da Apple para poder avançar com a tecnologia.

O que falhou entre Apple e Intel?

A Intel simplesmente não satisfazia os padrões da empresa de Cupertino. Os modems da Intel não estariam prontos no tempo que a Apple achava certo para lançar um iPhone com a tecnologia no mercado.

intel logo

Perante este problema, a Apple não teve outro remédio senão entregar o machado de paz à Qualcomm. Ainda assim, o mais provável é que a Intel continue a ser a fornecedoras dos modems 4G que equiparão o iPhone XI, a ser lançado este ano.

A desistência da Intel neste mercado não é propriamente surpresa, e cinge-se apenas ao mobile. A Apple seria o parceiro estratégico ideal, já que a Qualcomm domina praticamente o mercado Android (salve-se a Huawei). A tecnologia deve chegar aos iPhone lançados no próximo ano.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.