7 dicas para não ficar sem memória no smartphone e gerir melhor a ROM

Rui Bacelar
Comentar

O armazenamento interno dos nossos smartphones e tablets é um recurso finito. Ou seja, eventualmente chegará a um ponto em que se encontra cheio ou saturado e o mesmo pode ser dito dos serviços de armazenamento na cloud. A pensar nisso, damos agora a conhecer uma lista de boas práticas e conselhos para tirar o máximo proveito da memória interna ou ROM.

Sobretudo para quem usa muito o WhatsApp, tem várias fotografias (repetidas) e capturas de ecrã no telefone, não há nada mais irritante que o aviso de "falta de espaço". Por isso, o melhor é aplicar desde já estas dicas da SPC, com boas práticas para gerir a memória interna sem ter que gastar dinheiro com a cloud.

Nunca fiquem sem memória no telemóvel com estas dicas de gestão

Photos and videos in WhatsApp are now even bigger, so no one will be left out of the picture! That's the perfect reason to smile 😄 pic.twitter.com/2lzG5jLTKz

— WhatsApp (@WhatsApp) 30 de abril de 2021

1. Se usam o WhatsApp com frequência, a primeira coisa a fazer é desativar, nas Definições, a opção de transferência automática e armazenamento dos ficheiros partilhados nos grupos e conversas. Isto sejam imagens, som ou voz.

Esta opção reduz drasticamente a quantidade de ficheiros que diariamente enchem o armazenamento e evitam o tempo posterior na sua seleção e limpeza. Podemos sempre guardar manualmente o que interessa e assim garantir a boa gestão do armazenamento.

2. Reduzam a qualidade dos seus ficheiros multimédia. Exceto se pretender usar as imagens em formatos de alta qualidade, para impressão. Por norma, evitem guardar os ficheiros multimédia que produz (e recebe) no seu dia-a-dia, para redes sociais ou enviar a família e amigos, com alta qualidade. Para tal, quando fazemos gravações de vídeo ou tiram fotografias, não selecionem o modo HDR que grava em alta-definição.

3. Caso desejem guardar sempre consigo algumas fotografias e vídeos especiais. Aqueles bons bons momentos, para os recordar sempre que desejem, considerem guardá-los num cartão de memória microSD com 64 GB ou 128 GB extra. Um cartão que pode ser inserido na maior parte dos telemóveis para permitir um armazenamento extra. Este cartão removível pode ser inserido em outros dispositivos compatíveis como, por exemplo, computadores.

4. Libertem espaço de armazenamento de apps e ficheiros. Para que esta opção seja frutífera devem procurar apagar coisas como grandes ficheiros, fotos, vídeos, e aplicações exigentes. Em vez de se separar completamente desta informação, podem transferir estes itens para um computador para os guardar.

É uma boa prática limpar o telefone de vez em quando, apagando aquilo de que já não precisamos. Podemos, aliás, esquecer que guardamos ficheiros de grandes dimensões de que já não precisamos e estão lá a ocupar o armazenamento.

5. Potenciem o espaço de armazenamento recorrendo aos 15 GB gratuitos e disponíveis da conta Google. Espaço partilhado entre Gmail, Google Drive e Google Fotos. Se fizerem a gestão de fotos, vídeos e outros documentos que ocasionalmente necessitam de consultar, mantendo-os na nuvem, na conta Google.

Aí podem libertar espaço no seu smartphone e manter o acesso em qualquer lugar e a qualquer hora, através da nuvem, a esses ficheiros. A propósito, basta aceder a esta página da própria Google.

6. Caso precisem de mais espaço de armazenamento, então podem considerar limpar a cache das aplicações. Atenção que estamos a falar de memória Cache e não dos dados do utilizador. Portanto, não cometam o erro de limpar os dados da aplicação, tocando em Clean Storage.

É seguro limpar o Cache das aplicações e a única coisa que será eliminada são dados temporários. Tudo o que precisam de fazer é ir à secção Definições do telefone & Aplicações & toque em qualquer aplicação & toque em Armazenamento & Limpar Cache. Só esta ação poderá reduzir em cerca de 1 GB o espaço ocupado.

7. Por último, desinstalem apps que não usam regularmente. Sabiam que poderia usar a loja Google Play para limpar o armazenamento do seu telemóvel? Podem ficar surpreendidos, mas isto é verdade.

Só precisam de abrir a aplicação e tocar no seu perfil & Gerir aplicações e dispositivos. Agora, toquem novamente na parte de armazenamento, onde a Google Play Store mostra o espaço que as aplicações utilizam. Aqui, poderão ver as aplicações que descarregamos e quanto espaço cada uma delas consome.

Podemos então selecionar as aplicações que pretende eliminar. Na prática, podemos selecionar as que não usamos com muita frequência e que ocupam espaço de armazenamento. Para isso, basta assinalar nas caixas localizadas no lado direito do ecrã e tocar no ícone do lixo > Desinstalar.

Antes de o fazer, a aplicação Play Store mostra até que espaço estará a libertar, apagando as aplicações selecionadas. Esta é a forma mais fácil de eliminar várias aplicações de uma só vez

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com