ZTE Tempo Go Android Go Nokia 1
Extremamente modesto e simples, o preço deste smartphone rondará os 80 dólares. Destina-se aos mercados em desenvolvimento.

Extremamente modesto e com o mesmo processador do novo “Banana Phone” da Nokia, o novo ZTE Tempo Go será económico, muito económico. Porque é que estamos a dar atenção a um smartphone pouco mais poderoso do que uma calculadora atual? Bom, porque nem só de topos de gama vive o mundo da tecnologia. Aliás, grande parte dos consumidores acaba por escolher um equipamento de entrada. Agora, além do Nokia 1 temos também este smartphone que recorre à plataforma Android Go, da Google.

A plataforma Android Go assenta em três factores ou pilares essenciais. Em primeiro lugar temos o sistema. Uma versão otimizada do Android Oreo, mais simples e leve para correr em qualquer tipo de hardware. Em seguida temos as aplicações. Versões “Light” de praticamente todas as aplicações essenciais. Aqui temos o YouTube Go, Files Go, Gmail Go, etc. Em terceiro lugar temos a Google Play Store. Aí, os utilizadores de um dispositivo Android Go poderão encontrar uma seção com aplicações escolhidas a dedo para os seus smartphones.

Vê ainda: Nokia quer voltar ao topo do mercado. Contará com a Google

É aqui que entra o ZTE Tempo Go. Custará cerca de 80$ e destina-se a mercados em desenvolvimento como a Índia e regiões em que por exemplo o acesso à Internet não seja tão comum. Toda esta versão do sistema operativo e respectivas aplicações estão otimizadas para consumir menos dados. Menos internet. Menos recursos. Para que até smartphones com 1GB ou menos RAM possam ser…utilizáveis.

Para democratizar o acesso à tecnologia, mesmo nas regiões menos favorecidas e claro, para expandir a área de influência da Google. Para tal surgiu o Android Go, agora com o Nokia 1 e com este ZTE Tempo Go. Pois bem, quais são as principais características deste smartphone?

ZTE Tempo Go e Nokia 1, os primeiros com Android Go

O ZTE Tempo Go não poderia ter um design mais simples, despretensioso. Linhas retas, uma traseira com uma leve textura e umas notórias margens do ecrã. Tudo isto para um smartphone que custará cerca de 80 dólares. Olhando também para as suas especificações técnicas vemos que se situa ao mesmo nível do Nokia 1. Possivelmente com algumas vantagens sobre este, nomeadamente o processador ou o seu fabricante. Com efeito, no ZTE Tempo Go temos um processador da Qualcomm, o MSM8909 Snapdragon 210.

Este é o ZTE Tempo Go:

ZTE Tempo Go Android Go Nokia 1
Extremamente modesto, completamente despretensioso.

Já por sua vez, o Nokia 1 conta com um processador da MediaTek, o Mediatek MT6737M. Todavia, a sua potência e rendimento será muito idêntica. Ambos os SoC’s possuem uma frequência máxima de 1.1Ghz e um total de 4 núcleos de processamento (quad-core). Tanto o Nokia 1 como este ZTE Tempo Go possuem apenas 1GB de memória RAM e um total de 8GB de armazenamento interno expansível via cartão de memória microSD.

Ambos os dispositivos contam também com uma câmara principal de 5MP, uma câmara secundária de 2MP para as tuas selfies. Já as suas baterias são de 2200mAh no caso do ZTE e de 2150mAh no caso do Nokia 1. Diferenças mínimas entre estes dispositivos com o sistema operativo Android Go.

Todavia, o ZTE Tempo Go possui uma tela ou ecrã um pouco maior. Com um total de 5 polegadas de ecrã ao passo que o Nokia 1 se fica pelas 4.5 polegadas. Em ambos os casos a resolução fica-se pelo qHD (480 x 854 pixéis) com uma densidade de 218 pixéis por polegada. Já a favor do Nokia 1 pesa a conectividade dual-SIM, ausente do ZTE Tempo Go.

Este é o Nokia 1

ZTE Tempo Go Android Go Google Nokia 1 MWC FCC TA-1071
Será um dos smartphones mais económicos em toda a história da marca.

Estes são os primeiros smartphones de marcas bem conhecidas a adotar a plataforma Android Go, agora, resta saber como será a sua adopção pelo público. Pessoalmente estou convicto de que pode ser uma ótima plataforma de lançamento em novos mercados para marcas como a Nokia. Já para não falar, claro, da vantagem que estes equipamentos significam para os mercados menos favorecidos.

E tu, acreditas no potencial desta iniciativa da Google?

Assuntos relevantes na 4gnews:

Galaxy S9 Plus é o melhor smartphone para fotografia – DxOMark

Top 5 smartphones Android abaixo de 250€ – Março 2018

OnePlus 6 e Xiaomi Mi MIX 2S, as próximas flores de Primavera

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).