Youtube vai acabar com as mensagens diretas a partir de setembro

Bruno Coelho
Comentar

A partir de 18 de setembro vai deixar de ser possível enviar mensagens diretas no Youtube. A Google anunciou a medida, referindo que se quer focar em melhorar cada vez mais as conversas públicas entre os utilizadores.

Há dois anos a Google lançou a funcionalidade que permite partilhar vídeos a partir de mensagens diretas no Youtube. Agora anuncia o fim dessa funcionalidade, que está longe de ter sido popular.

Mensagens no Youtube vão desaparecer a 18 de setembro

Embora esta não seja uma forma popular de se conversar, é claramente uma forma conveniente de partilhar vídeos na plataforma. A falta de adesão por parte dos utilizadores estará certamente na origem da sua “morte”.

Foco do Youtube será melhorar a secção de comentários

O Youtube não avançou pormenores sobre esta decisão. Referiu apenas que o foco estará em melhorar a secção de comentários da plataforma. “Estamos constantemente a reavaliar as prioridades e decidimos descontinuar as mensagens diretas no Youtube, ao mesmo tempo que nos focaremos em melhorar as conversas públicas”, pode ler-se no comunicado.

Será obviamente possível continuar a partilhar vídeos diretamente do site para qualquer outra plataforma. Com esta mudança, espera-se que os comentários sofram melhorias num futuro próximo.

Em teoria, esta é uma funcionalidade pouco usada e que muitos nem sabiam que existia. No entanto, ao ler os vários comentários de reação ao comunicado, nota-se que esta era usada por uma fração de utilizadores que vão sentir a sua falta.

Editores 4gnews recomendam:

  • Youtube Originals passarão a ser gratuitos a partir de setembro
  • YouTube vai alterar a forma como as empresas de música reivindicam direitos de autor
  • Youtube Music terá integração com o Waze e ganhará um Widget nas próximas atualizações
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.