Xiaomi já vendeu mais de 27.5 milhões de smartphones este ano

Carlos Oliveira

Afim de esclarecer qualquer dúvida, a Xiaomi apresentou a sua performance em termos de vendas para o primeiro trimestre deste ano. Com efeito, a tecnológica chinesa informou os seus investidores de que já vender mais de 27.5 milhões de equipamentos nesse período.

Este anúncio foi feito pela marca com o intuito de descansar os seus investidores. Para que estes não sejam enganados por informações incorretas, a Xiaomi achou por bem esclarecer, de uma vez por todas, este tema.

Xiaomi

Esta necessidade surge na sequência de relatórios de várias empresas de estudos do mercado. Entidades como a Counterpoint ou IDC deixaram já as suas previsões que, no final de contas, vierem a revelar-se desajustadas.

Xiaomi vem assim desmentir os relatórios até agora conhecidos

Por conseguinte, temos entidades a estimar a venda de 25 milhões de smartphones Xiaomi no primeiro trimestre deste ano. Existe ainda quem tenha avançado com vendas na ordem dos 27.8 milhões.

Disto isto, vemos que todas estas estimativas vieram a revelar-se incorretas. A verdade dos factos, dada pela própria Xiaomi, é de que a empresa vendeu já mais de 27.5 milhões de equipamentos só este ano.

Xiaomi Mi 9

Mais detalhes sobre o assunto estão prometidos para breve. Por conseguinte, será aquando da apresentação dos seu resultados financeiros dos primeiros três meses do ano que tudo será devidamente esclarecido.

Ainda assim a Xiaomi está em queda face ao período homólogo de 2018

Entre janeiro e março de 2018, a chinesa reportou a venda de 28.43 milhões de dispositivos. Vemos assim um queda de perto 1 milhão de unidades face ao mesmo período do ano transato.

Tal cenário não é, de todo, o mais animador para a empresa chinesa. Ninguém gosta de constatar que tem vendido menos do que no passado, embora o ano ainda não tenha chegado a meio.

Temos ainda mais três trimestres pela frente, com muitos anúncios por fazer. Há então a esperança de que esta onda de queda se inverta e a esperança de que no final do ano sejam ultrapassados os valores registados em 2018.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.