Xiaomi vai surpreender os utilizadores com a série Redmi K50

Mónica Marques
Comentar

Ao que tudo indica, a Xiaomi prepara-se para equipar a série Redmi K50 com o processador Dimensity 2000.

As notícias surgem depois de Lu Weibing, vice-presidente da Redmi, ter interrogado os utilizadores sobre o novo processador da MediaTek.

Lu Weibing, vice-presidente da Redmi interroga os utilizadores sobre o Dimensity 2000

Lu Weibing weibo

Habitualmente, os primeiros e quartos trimestres de cada ano são os momentos com mais lançamentos de produtos novos. A escolha das datas não são despropositadas, uma vez que o quarto trimestre apanha a época natalícia, propícia a compras, e o primeiro trimestre oferece o palco do evento CES para divulgação global de novos produtos.

E, pelas últimas notícias, este ano a tradição de vários lançamentos vai manter-se com o anúncio de que muitas marcas de tecnologia vão desvendar novos produtos em ambas as alturas. Nomeadamente, as fabricantes de processadores MediaTek e Qualcomm, com esta última a planear lançar o Snapdragon 898 até ao fim deste ano e com o Dimensity 2000 da MediaTek previsto para os primeiros meses de 2022.

E a guerra entre os dois processadores está ao rubro com várias notícias sobre os mesmos a circular no mundo Web. Desta vez, as notícias envolvem a Xiaomi e a sua série Redmi K50 que, muito provavelmente, vai estar equipada com o processdor Dimensity 2000 da MediaTek.

Tudo porque Lu Weibing, vice-presidente da Redmi, na rede social chinesa questionou os utilizadores sobre o novo processador Dimensity 2000. De imediato, começou a especulação que a série Redmi iria integrar o processador da MediaTek, até porque não é comum que um alto quadro responsável de uma empresa fale de um produto que não vá usar.

Os rumores ganham ainda mais força, se pensarmos que a atual série de topo Redmi Note 11 está exatamente equipada com o processador Dimensity 810 e com o Dimensit 920, ambos da MediaTek.

Fora da China, Redmi Note 11 poderá estar equipado com processador Snapdragon da Qualcomm

No entanto, colocam-se algumas questões sobre se a Xiaomi irá mesmo optar pelo novo Dimensity 2000 para a sua próxima série Redmi K50. Em primeiro lugar, porque o novo processador da MediaTek só irá ser lançado nos primeiro trimestre de 2022 enquanto que a Qualcomm vai disponibilizar o Snapdragon 898 ainda durante este ano.

Por outras palavras, se a Xiaomi optar pelo processador Dimensity 2000 para a série K50 estará dependente da disponibilização do processador MediaTek para lançar a sua linha de smartphones.

Por outro lado, recentemente foi também noticiado que a Xiaomi poderia trocar os processadores Dimensity 810 e 920 da série Redmi Note 11 por processadores Snapdragon, nas versões destes smartphones para o mercado global.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.