Xiaomi vai integrar processador Snapdragon 898 na série Black Shark 5

Mónica Marques
Comentar

Começam a circular as primeiras informações sobre quais os smartphones que vão integrar o próximo processador Snapdragon 898 da Qualcomm.

Ao que tudo indica, o próximo smartphone gaming Black Shark 5 da Xiaomi está entre os felizes contemplados.

Xiaomi Black Shark 5 com armazenamento SSD

Black Shark 4
Série Black Shark 4 da Xiaomi Crédito@Black Shark Global

Os smartphones Xiaomi Black Shark são conhecidos pela sua potência e desempenho. A provar tal facto, está o ranking AnTuTu recentemente divulgado sobre o desempenho de terminais Android que coloca a marca em primeiro lugar, com uma orgulhosa pontuação de 875.902.

E ao que parece, a Xiaomi continua empenhada em manter o primeiro lugar em todas as tabelas de desempenho e, por essa razão, pode integrar na sua nova série Black Shark o próximo processador da Qualcomm Snapdragon 898.

Outra fuga de informação sugere que a nova linha gaming da Black Shark vai também oferecer carregamento rápido 100 W+ e uma vez que o modelo antecessor Black Shark 4 inclui carregamento rápido de 120 W, menos não será de esperar.

No entanto, a confirmar-se esta informação ainda não é com esta série de smartphones que vamos conhecer a tecnologia HyperCharge de 200 W da Xiaomi.

Outra das especificações que se espera que esteja incluída é o armazenamento SSD que permite aumentar o desempenho de leitura do terminal assim como a performnace de gravação. Dois fatores cruciais para proporcionar uma experiência de jogo fluida e suave e que permitiram ao Black Shark 4S Pro ganhar o primeiro lugar do ranking AnTuTu.

Processador Snapdragon 898 pode permitir uma resolução de ecrã mais elevada na série Black Shark 5

De resto, não são conhecidos mais pormenores sobre as especificações da série Black Shark 5. Apenas podemos esperar que se não for alvo de mais otimizações, pelo menos que mantenha as características do seu antecessor que conta com uma bateria de 4500 mAh e um ecrã Full HD+ com uma taxa de atualização de até 144 Hz.

Mas com o novo processador 898 da Qualcomm, uma das alterações que podemos ver é exatamente uma melhoria na resolução do ecrã. Isto porque, sendo o processador mais rápido pode compensar a quebra no desempenho que habitualmente as resoluções mais elevadas tendem a provocar.

Por fim, espera-se também que a Xiaomi integre na série Black Shark 5 a sua nova tecnologia de refrigeração, baseada na indústria aeroespacial, Loop LiquidCool, uma vez que a marca acaba de a revelar afirmando que se adapta a qualquer design de equipamento móvel.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.