Xiaomi revela receitas impressionantes em 2019 e planos para o futuro

Bruno Coelho
Comentar

A Xiaomi tem crescido exponencialmente nos seus vários mercados de ação. A empresa está entre as cinco mais vendidas a nível global no segmento mobile, e em países como a Índia (segundo maior mercado do mundo) já é líder há vários trimestres. Além disso, é lider no segmento de Smart TVs na China.

A sua aposta no marketing ajudou ao crescimento, e só em Portugal a Xiaomi já se fixou com quatro lojas físicas, distribuídas por cidades como o Porto, Braga ou Lisboa.

Xiaomi ultrapassou os 26 mil milhões de euros de receitas em 2019

Lei Jun partilhou a performance financeira da Xiaomi com os seus seguidores na rede social Weibo. A empresa não parou de crescer desde que foi fundada, e excedeu os 200 mil milhões iuanes em 2019 – qualquer coisa como 26 mil milhões de euros.

Para o CEO da Xiaomi, este crescimento da empresa em 10 anos mostra o poder da “internet”. É bom termos em conta que boa parte das receitas da Xiaomi chegam via online.

5G e Internet das Coisas são duas áreas em foco na Xiaomi

Em 2020, o grande foco de investimento da Xiaomi vai estar na pesquisa e desenvolvimento de áreas em que seja menos boa. O 5G e a Internet das Coisas serão duas áreas que prometem fomentar investimento por parte da marca.

É bom ver o crescimento de uma marca que é muito mais que smartphones. São vários os produtos da Xiaomi que fazem parte da vida dos utilizadores, e a tendência é que para que tal continue a aumentar.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.