Xiaomi regressa aos tablets. Possíveis especificações, preço e imagens

Bruno Coelho
Comentar

É preciso recuarmos até ao ano de 2018 para encontrar o último tablet que a Xiaomi lançou para o mercado - o Mi Pad 4. Recentemente, a fabricante chinesa anunciou o regresso a este segmento de mercado para 2021.

A Xiaomi tarda em avançar com os detalhes e possível data de lançamento deste produto, mas agora foram revelados na rede social chinesa Weibo os alegados preços, especificações e imagens do tão aguardado tablet.

Xiaomi Mi Pad 5 pode seguir design do Mi 11 e dos iPad da Apple

O site MyDrivers avança que o equipamento terá um design traseiro em muito semelhante ao Mi 11, e uma parte frontal que nada deve aos iPad mais recentes. Ao que é avançado, podemos esperar um ecrã LCD 2K com 144Hz de taxa de atualização.

Alegado design do Xiaomi Mi Pad 5. Crédito: MyDrivers

Será um tablet para o mercado topo de gama e, como tal, é descrito será comandado pelo processador Snapdragon 870. A acompanhar estarão, alegadamente, memória RAM LPDDR5 até 16GB e armazenamento UFS 3.1 até 1TB.

Segundo estes dados, o produto terá uma super-bateria de 10000mAh com carregamento de 50W. Chegará ainda equipado com uma câmara principal IMX586 da Sony, e características como Wi-Fi 6 e 5G.

Segundo os dados revelados, a versão base de 8GB e 128GB chegará pelo equivalente a 508 euros na China. Em baixo partilhamos uma listagem os todos os detalhes revelados, mas deves ter em conta que por enquanto serão apenas rumores ainda não confirmados pela marca.

Alegadas especificações do Xiaomi Mi Pad 5

A confirmarem-se estes detalhes, será um tablet para competir com os grandes tubarões do mercado. Espera-se que seja desta que a Xiaomi lança finalmente um modelo globalmente.

Editores 4gnews recomendam:

  • Redmi Note 10 "revelado" oficialmente pelo diretor da Xiaomi Índia
  • Novos RedmiBook Pro são oficiais. Elegância e potência definem estes portáteis
  • Xiaomi apresenta a nova gama de smartphones Redmi K40
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.