Xiaomi: Redmi quer surpreender o mundo com smartphone gaming em 2021

Bruno Coelho
Comentar

Até à data, a Xiaomi concentrou os esforços da sua aposta gaming numa das suas submarcas: a Black Shark. Mas parece que a Redmi também quer tomar as rédeas desse segmento de mercado.

Diretor-geral da Redmi confirmou primeiro smartphone gaming da Redmi em 2021

A novidade é avançada pelo próprio diretor-geral da Redmi na China, Lu Weibing, na rede social Weibo. Numa publicação, afirmou que a agora marca independente da Xiaomi irá lançar este ano o seu primeiro smartphone gaming topo de gama.

Esta afirmação surgiu à margem da apresentação do novo processador MediaTek Dimensity 1200. A Redmi afirmou que seria a primeira a colocar este CPU num dos seus smartphones, e este pode muito bem equipar a primeira aposta gaming da marca.

MediaTek Dimensity 1200 será estreado num Redmi

Redmi vai estrear o processador MediaTek Dimensity 1200

Como é apanágio da Redmi, poderemos esperar um smartphone com qualidade-preço "no ponto". Isto faz crer que pode ser um dos smartphones gaming do mercado com valor mais “agressivo”.

Um dos grandes destaques deste processador é o facto de suportar taxa de atualização de até 168Hz, combinada com resolução Full HD+. Não contente com isso, suporta Ray Tracing e a HyperEngine 3.0.

Parece que longe vão os tempos em que as fabricantes olhavam com desconfiança para os processadores MediaTek. E depois de apostar nestes em processadores MediaTeke em equipamentos como o Redmi Note 8 Pro ou o Redmi K30 Ultra, a Redmi vai reforçar essa aposta num topo de gama ainda em 2021.

Recorde-se que, fora da China, a Redmi é maioritariamente conhecida pelos seus smartphones da gama-média e baixa da linha Redmi e Note. Com a aposta no segmento gaming, pode assim chegar a outros públicos.

Editores 4gnews recomendam:

  • Xiaomi Redmi Note 10 chegam em fevereiro: preço será agressivo
  • Redmi Note 10: características e preço revelados antes de tempo
  • Xiaomi Redmi K40: autonomia impressionante é revelada em imagem
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.