Xiaomi Redmi: Primeiro topo de gama poderá ser o Pocophone F2

Vitor Urbano

As informações sobre as novas apostas da Xiaomi Redmi não param de chegar em grande volume. Depois de sabermos que a marca irá aventurar-se pela primeira vez no segmento topo de gama, as novas informações são ainda mais surpreendentes. Além de revelarem que poderão ser lançados dois smartphones topo de gama, um deles poderá mesmo ser o desejado Pocophone F2.

Já há algum tempo que se fala na chegada do primeiro smartphone Xiaomi Redmi equipado com o processador Qualcomm Snapdragon 855, mas não se esperava que este pudesse ser o Pocophone F2. Depois de receberem mais uma certificação, o número de série de um dos modelos chamou à atenção do reconhecido leaker Ishan Agarwal.

BTW M1903F10 and M1903F11 (POCO F1 was E10!) are two models of the upcoming Redmi Flagship. One of them recently appeared on a Certification website. https://t.co/Cox2TVpu4h pic.twitter.com/HusbEZNX3w

— Ishan Agarwal (@ishanagarwal24) 9 de maio de 2019

Agarwal foi o primeiro a fazer esta associação, salientando que o número de série de um dos modelos (M1903F10) parece ser uma lógica sucessão do Pocophone F1, que tinha E10 no final do seu número de série. Ainda que não tenha nenhuma outra forma de suportar esta especulação, não podemos negar que a sua linha de pensamento tem algum sentido.

O Pocophone F2 terá muito mais que um processador topo de gama

Além da presença do inevitável processador Snapdragon 855, o topo de gama Xiaomi Redmi (ou Pocophone F2) terá até 8GB de memória RAM e 256GB de memória interna. Esta poderá ser a primeira vez que a subsidiária da Xiaomi oferece mais de 128GB de ROM aos seus fãs.

Além disso, espera-se um ecrã Full HD+ de 6,39" polegadas, que chegará com leitor de impressão digital embutido. A presença de uma câmara pop-up irá permitir que ofereça uma experiência de visualização verdadeiramente fullscreen, sem a presença de qualquer notch ou punch hole.

Xiaomi Redmi Pocophone F2

No segmento fotográfico sabemos que chegará com uma tripla câmara traseira. No entanto, sabemos apenas que o sensor principal de 48 megapixels será o Sony IMX586. Além disso, foi apenas revelado que o sensor secundário terá uma lente ultrawide angle e o terceiro terá uma lente telescópica.

Ainda que não se saiba ao certo qual será a capacidade da bateria do novo topo de gama, uma publicação de Lu Weibing deixou no ar a possibilidade de que terá uma autonomia para pelo menos 2 dias. Foi também revelado que trará suporte para carregamento rápido a 27W, o que tornará o seus tempos de carregamento bastante reduzidos.

Por fim, fala-se numa possível apresentação agendada para o dia 13 de maio. Caso se venha a verificar esta data, não vamos precisar de esperar muito mais tempo para esclarecer todas as dúvidas e ver todos os segredos serem revelados.

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.