Xiaomi Redmi K50: preço descoberto antes da apresentação surpreende!

Bruno Coelho
Comentar

Já se tornou uma verdadeira tradição no ecossistema da Xiaomi. A série Redmi K é sinónimo de smartphones com o desígnio de ‘flagship killer’, e estes podem ir desde a gama-média a topos de gama.

Tal como a própria marca adiantou há algumas semanas, os Redmi K50 serão apresentados neste mês de fevereiro na China. E a mais recente fuga de informação revela aqueles que serão os alegados preços dos quatro smartphones.

Redmi K50 deve começar nos 275 € na China

Segundo que se pode ler na página Shadow Leak no Twitter, o Redmi K50 terá um preço inicial de 1999 iuanes (cerca de 275 euros). Recorde-se que este terminal será equipado com o processador Snapdragon 870, e pode ser o POCO F4 a nível global.

Já o Redmi K50 Pro aparece nesta fuga de informação com um preço inicial de 2699 iuanes, equivalentes a 371 euros. O Redmi K50 Pro+ é aqui visto com um preço 3299 iuanes (454 euros). Segundo as fugas de informação, serão equipados com o MediaTek Dimensity 8000 e Dimensity 900, respetivamente.

O modelo mais caro e potente da linha será o Redmi K50 Gaming Edition. Segundo esta fonte, o equipamento terá um preço inicial de 3499 iuanes (482 euros). Este será equipado com o processador Snapdragon 8 Gen 1.

Entre os quatro smartphones, apenas o K50 Gaming Edition não passou pela certificação da TENAA na China. Isto indica que pode ser apenas lançado mais tarde, relação aos restantes terminais.

Falta agora a Xiaomi avançar com a data oficial para o lançamento destes smartphones. A única garantia dada pela fabricante é de que será ainda durante o mês de fevereiro.

Editores 4gnews recomendam:

  • Xiaomi Pad 5 começa a receber a MIUI 13 global
  • Xiaomi POCO M4 Pro 5G: smartphone barato chega em breve
  • Facebook e Instagram podem acabar na Europa, ameaça Meta
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.