Xiaomi Redmi K40 terá características que vais adorar!

Filipe Alves
1 comentário

Se és um fã da Xiaomi, tens bons motivos para estar ansioso pelo Xiaomi Redmi K40. O novo smartphone da Xiaomi poderá ser revelado em breve e promete ser um smartphone a ter em conta.

Não esperamos que venha a ser um topo de gama, até porque chegará com o novo processador Dimensity 1000 da MediaTek, contudo, trará outras características que nos estão a deixar entusiasmados.

O que esperar do Xiaomi Redmi K40

Xiaomi Redmi K40
Xiaomi Redmi K30 Pro

As mais recentes informações revelam que o terminal contará com uma bateria de 4500 mAh, um ecrã com refresh rate de 120Hz e, na minha opinião o mais entusiasmante, não contará com buracos no ecrã para a câmara frontal. Em vez disso, tal como já temos noutros modelos da Xiaomi, teremos uma câmara pop-up.

Esperadas especificações do Redmi K40:

  • Processador Mediatek Dimensity 1000+
  • Ecrã LCD com taxa de atualização de 120Hz
  • Sensor principal Sony IMX686 de 64MP
  • Carregamento rápido de 33W
  • Conetividade 5G
  • Sem buracos no ecrã
  • Bateria de 4500 mAh

Rumores passados referiram que o ecrã poderia contar com um refresh de 144Hz, contudo, estas novas informações vindas de um leaker conhecido na Weibo, (Digital Chat Station), referem mesmo os 120Hz.

Porém, não vale a pena ficar triste. Até porque este Xiaomi Redmi K40 deverá contar com um valor bem atrativo. Lembro que este será um smartphone intermediário e, se tudo correr bem, com valores pouco acima dos 300€.

A Redmi está a atacar novos mercados e a Europa é um deles. Esperemos sinceramente que o novo Xiaomi Redmi K40 chegue a Portugal de forma oficial. Agora com as lojas oficiais da Xiaomi no nosso país, não vejo razão para que tal não aconteça.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.