Xiaomi Redmi Airdots são os earphones sem fios por menos de 15€

Filipe Alves

A Redmi, submarca da Xiaomi, revelou hoje o seus novos earphones Xiaomi Redmi Airdots. O novo gadget da empresa asiática foi revelado com com o Xiaomi Redmi 7, um smartphone de entrada que chegou para competir no segmento de entrada.

Os novos Xiaomi Redmi Airdots são pequenos, de qualidade e baratos. Os novos earphones chegarão por 15$ (13€) e oferecem tudo aquilo que podes desejar num gadget deste tipo.

Xiaomi Redmi AirDots

Ainda que a qualidade dos mesmos só possa ser comprovada com a utilização, o preço convence qualquer um. Afinal de contas os Apple AirPods custam 179€.

Xiaomi Redmi Airdots chegam ao mercado no dia 9 de abril

Os novos earphones da Xiaomi oferecem uma autonomia de 4 horas em utilização, e um botão que ativa a sua assistente XiaoIA. Esse botão pode também ser programado para a Siri da Apple. Infelizmente ainda não é sabido se funcionará com a assistente Google.

Com bluetooth 5.0 terás uma conexão de qualidade sem falhas. Este bluetooth 5.0 foi revelado no ano passado e é bom ver que a Xiaomi não poupou nesse aspeto.

Xiaomi Redmi AirDots 2

Para carregar os Xiaomi Redmi Airdots só os precisas de colocar dentro da caixa que te dá mais 12 horas de utilização. Depois só precisas de carregar a caixa para carregar os teus earphones.

Os novos Xiaomi Redmi Airdots são pequenos e prometem conforto. Principalmente para os utilizadores que gostem de earphones que vão para dentro do ouvido. O silicone adaptar-se-á ligeiramente ao formato do teu ouvido.

Os novos earphones chegam ao mercado chinês no dia 9 de abril e estarão à venda nos típicos websites oriundos da China. Ainda que o valor possa subir ligeiramente devido aos custos de importação, acredita-se que mesmo assim fiquem abaixo dos 20€. Um preço fantástico para aquilo que estão dispostos a oferecer.

Editores 4gnews recomendam:

Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.