Xiaomi pode ter a caminho uma tecnologia de compras inovadora baseada em Realidade Aumentada

Mónica Marques
Comentar

A Xiaomi acaba de receber autorização para uma tecnologia de compras inovadora e inesperada baseada em Realidade Aumentada.

A informação chega através de uma patente que revela agora que a marca chinesa prepara-se para entrar também no universo da Realidade Aumentada, mas de uma forma completamente distinta da sua rival Apple.

Nova tecnologia de Realidade Aumentada inclui um método, um dispositivo e um sistema de navegação

Aparentemente, também a Xiaomi está a preparar-se para entrar no admirável mundo novo da Realidade Aumentada. Mas segundo informações agora reveladas, vai seguir um caminho completamente diferente da sua rival Apple. Tudo porque está a desenvolver uma tecnologia de compras baseada em Realidade Aumentada, o que é inesperado, mas muito bem-vindo.

A informação chega através de uma patente agora descoberta e que explica que a nova tecnologia é um "método, dispositivo e sistema de navegação de compras, baseado na tecnologia AR (Realidade Aumentada)".

A explicação sugere que a marca está a desenvolver um novo sistema que pretende melhorar a experiência do utilizador, no que diz respeito à tarefa de fazer compras. Apesar de não ser adiantada muito mais informação sobre o novo sistema a caminho, prevê-se que este possa fornecer informações sobre a localização do produto que o utilizador pretende adquirir, assim como direções para a loja física onde este está disponível.

Nova tecnologia da Xiaomi pode conduzir o utilizador aos seus pontos de venda

A confirmar-se esta informação, a tecnologia de Realidade Aumentada pode revelar-se muito útil, no sentido em que pode fornecer uma camada de informações do mundo real ao utilizador.

Vamos colocar por hipótese que na parte da patente que é referido um dispositivo, a marca se refira a uns óculos de Realidade Aumentada. Basicamente, o utilizador colocaria os óculos que não só localizam a loja onde o smartphone pretendido está disponível, como ajudam o utilizador a chegar ao seu destino, através de pontos de referência do mundo real.

Esta é, sem dúvida, uma forma bastante eficiente e interativa de fazer compras para o utilizador. Claro que a marca também tem vantagens, uma vez que está a guiar o utilizador diretamente para os seus pontos de venda.

Para já, não estão disponíveis mais informações, mas a confirmar-se o desenvolvimento desta tecnologia, este pode ser mais um passo da marca chinesa para rumar à liderança de vendas globais de smartphones, pelo menos.

Editores 4gnews recomendam:

  • MIUI 13 com Android 12 chega a este Xiaomi barato
  • Xiaomi Redmi K50 Gaming vai surpreender tudo e todos com estas características
  • POCO F4 GT: as últimas confirmações para o novo telemóvel Xiaomi
Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.