Xiaomi Pocophone F2 vai ou não ser lançado? Eis a nossa teoria!

Filipe Alves
Comentar

O Xiaomi Pocophone F2 é um dos equipamentos mais esperados até ao momento. Contudo, a falta de informação sobre o sucessor do bem sucedido F1 deixa-nos a questionar até que ponto é que o terminal pode vir a ser real.

Vamos por partes porque esta história tem algo para contar. Isto porque a Xiaomi desenrolou no passado ano mudanças que nos fazem questionar a força da marca Pocophone.

Pocophone é uma submarca da Xiaomi

Xiaomi pocophone

A Poco, conhecida com os smartphones Pocophone, é uma submarca da Xiaomi. Tal como a Redmi, a Xiaomi decidiu criar uma nova equipa e separar totalmente a marca da marca mãe. Ou seja, é este ponto que me faz acreditar que um Pocophone F2 chegará. Mais cedo ou mais tarde.

Sucesso da submarca Redmi faz-nos pensar

Redmi K20 Pro

Porém, o sucesso da nova submarca Redmi, com o Redmi Note 7 e agora o Redmi K20, deixa-nos a questionar até que ponto é que as duas marcas são necessárias. Até porque a Pocophone foi criada para atacar o mercado indiano. Mercado este que a Redmi está a crescer consideravelmente.

Ou seja, até que ponto é que a Xiaomi continuará a investir mais dinheiro numa submarca se a outra está consideravelmente mais forte? Isto porque desenvolver um smartphone não é propriamente barato.

Recentes lançamentos deitam por água o Pocophone F2

Até acreditávamos que o Pocophone F2 podia chegar ao mercado europeu como um Redmi K20 Pro. Porém, a Xiaomi decidiu lançar esse modelo como Mi 9T Pro. Ou seja, não vejo a marca a lançar 3 modelos iguais onde só muda o nome.

Isto porque, mais uma vez, a Poco e a Redmi estão no mesmo mercado e com o lançamento do Redmi K20 Pro vemos qual foi a submarca que a Xiaomi deu preferência.

A conclusão da teoria

Em suma, temos duas possibilidades. Ou a Xiaomi lança um Pocophone F2 totalmente remodelado. Ou então este é o fim de uma prometedora submarca.

Pessoalmente não acredito que seja o fim da Poco pelo impacto que teve no mercado europeu e indiano, porém, no final do dia, a Redmi é mais importante e os lucros tem de falar mais alto.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.