Xiaomi Poco X2 passa em benchmark! Este pode ser o sucessor ao Xiaomi Pocophone F1

Filipe Alves
1 comentário

O Xiaomi Pocophone F1 foi um enorme sucesso em 2018, certamente por isso é que se esperava que um ano depois tivéssemos o seu sucessor. Tal não aconteceu. Hoje temos a informação de um misterioso Xiaomi Poco X2 que pode muito bem vir a ser próximo topo de gama da submarca da Xiaomi.

Esperava-se que a Xiaomi revelasse o Poco F2, porém, os nomes da Xiaomi nunca são concretos até à sua revelação oficial. Podemos, contudo, estar presentes de um outro equipamento. Ou seja, é possível que tenhamos 2 num futuro próximo.

O que esperar deste Xiaomi Poco X2

Xiaomi Poco X2

Infelizmente a benchmark não nos diz muito. Porém, podemos concluir que será um topo de gama. Isto porque podemos confirmar que o seu processador será da Qualcomm e que correrá a 1.8GHz.

Para ser mais concreto, é certo que este smartphone contará com o mais recente chip topo de gama Snapdragon 865. O mesmo processador que se espera nos topo de gama da Samsung e Xiaomi. Por fim, o terminal chega já com Android 10. Algo que era esperado de um smartphone que seja revelado em 2020.

Será o sucessor ao Xiaomi Pocophone F1?

Xiaomi Pocophone F1

Tudo indica que sim. Todavia, como referi acima, podemos estar a ver uma outra variante do dispositivo. Acho um pouco estranho a Xiaomi ter mudado o nome de "F1" para "X2", mas como também apontei acima, a nomenclatura da Xiaomi está longe de ser perfeita.

Espera-se que o terminal da Pocophone chegue nos próximos meses. Se tudo correr como o esperado, mais rumores e fugas de informação serão referidos nas próximas semanas e aí sim teremos uma ideia mais concreta deste misterioso telemóvel.

Aproveita também para ver todos os detalhes da data de lançamento, specs e especificações técnicas apontadas para o POCOPHONE F2 da Xiaomi.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.