Xiaomi: POCO prepara lançamento de novo smartphone misterioso

Bruno Coelho
Comentar

Quando falamos da POCO, a primeira memória que nos vem à cabeça é o Pocophone F1 lançado em 2018. Tratava-se de um verdadeiro flagship killer, com especificações de topo de gama, embora a fazer os compromissos certos para ter um preço apelativo.

Em 2020 a denominada POCO tornar-se-ia uma assumida marca independente da Xiaomi, embora continue a usar os recursos da empresa mãe. O primeiro exemplo disso é o POCO F2 Pro, que nada mais foi que a versão global do Redmi K30 Ultra.

No entanto, este não foi o grande destaque de 2020. Esse ficou a cabo do POCO X3 NFC, um smartphone capaz de oferecer especificações acima da média por valores a rondar os 200 €. Mais tarde ainda seria lançado o modesto POCO M3, destinado a ser opção abaixo dos 150 €. Mas o que se segue?

POCO X3 Pro pode ser o nome do misterioso smartphone

Numa publicação no Twitter, a marca independente da Xiaomi partilha “a evolução da POCO”. No entanto, além dos quatro smartphones citados, salta à vista um equipamento misterioso que está a ser preparado para 2021.

Recorde-se que já foi certificado um smartphone com o número de modelo “M2102J20SI” na BIS. Este não tem um nome oficial, mas acredita-se que possa tratar-se do POCO X3 Pro. A ideia será lançar uma versão mais potente do terminal de sucesso de gama-média em 2020

Segundo os vários rumores, este misterioso smartphone poderá chegar ao mercado com o Snapdragon 855. Recorde-se que este foi o processador que equipou os smartphones topo de gama de 2019, como Mi 9 ou o OnePlus 7 Pro. A confirmar-se, deve chegar ao mercado com um preço “agressivo”.

Editores 4gnews recomendam:

  • Xiaomi Mi 11 Ultra totalmente revelado em vídeo antes do anúncio oficial
  • Oppo X 2021: um olhar hipnotizante ao smartphone com ecrã extensível
  • Android Auto recebe finalmente suporte para wallpapers
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.