Xiaomi e Oppo trabalham em sistema concorrente do Face ID do iPhone X

Eduardo Silva
O Face ID é uma das principais caracteristicas do novo iPhone X Oppo Xiaomi
O Face ID é uma das principais caracteristicas do novo iPhone X

O iPhone X começou finalmente a chegar às mãos dos fãs da Apple e tem, sem dúvida, encantado pelo seu ousado design. Sendo ou não revolucionário, a verdade é que é um grande passo dentro do ecossistema da empresa de Cuppertino, sendo um dos principais terminais do ano. Ambas Xiaomi e Oppo estarão muito atentas a esta nova aposta, especialmente no que toca ao Face ID.

Surgindo como resposta a um smartphone sem espaço para um leitor de impressões digitais, o Face ID vem destronar o Touch ID como principal método de desbloqueio e segurança do iPhone X, sendo este um novo sistema de reconhecimento facial aparentemente bem trabalhado e com melhor eficácia do que inicialmente se poderia esperar.

Vê ainda: Nova Launcher adiciona mais possibilidades na nova atualização (Download aqui)

Naturalmente, as grandes marcas estarão atentas a esta nova tecnologia. Vários rumores indicaram já avanços por parte da Samsung e da Xiaomi em busca de um sistema de reconhecimento facial 3D em colaboração com a Qualcomm.

Assim, hoje chegam-nos informações sobre uma alegada colaboração entre a Qualcomm e outra lider do mercado chinês, a Oppo, a mais importante empresa do grupo BBK Electronics, que também incluí empresas como a Vivo ou a tão acarinhada OnePlus.

Esta colaboração feita entre ambas as marcas e a Qualcomm tem ainda outros parceiros. Enquanto que a tecnologia em si será desenvolvida pelas marcas acima mencionadas, bem como pela Wonder Vision, o sensor que tornará possível a sua execução ficará a cargo da Reliance Optoelectronics, que será, alegadamente, o principal fornecedor.

Para além da Xiaomi e da Oppo, a Qualcomm tem trabalhado também com a Samsung em busca de uma resposta ao Face ID do iPhone X

Mas as novidades não se ficam por aqui. A juntar aos nomes até agora mencionados, há ainda que referenciar a Huawei, outra gigante do mercado mobile oriunda da China, partilha da mesma vontade que os seus concorrentes, estando a trabalhar ambiciosamente com a Sunny Optical Technologies à procura de uma solução que dê resposta ao Face ID.

Apple iPhone X Face ID
Face ID no novo iPhone X da Apple

Se há conclusão que podemos tirar de tudo isto, talvez seja de que uma nova tendência esteja a começar. Em 2017 vimos os ecrãs dos smartphones aproveitarem cada vez melhor o corpo do ecrã, com uma nova proporção de tela 18:9 a tornar-se habitual. Talvez o ano de 2018 seja mesmo o ano dos sensores de reconhecimento facial, que poderão perfeitamente tornar-se a nova forma ideal de aceder à privacidade dos nossos smartphones.

Acreditas que esta moda começada pelo iPhone X vai prevalecer perante outras opções de segurança atualmente mais práticas? Deixa a tua opinião nos comentários e continua a seguir a 4gnews para mais novidades.

Outros assuntos relevantes:

Samsung Galaxy J3 (2018) – Especificações do smartphone reveladas

Vivo quer chegar à Europa em 2018 com a ajuda da Qualcomm

Será que os smartwatches Android Wear simplesmente morreram?