Xiaomi, OnePlus e Huawei: Os smartphones que mais emitem radiação

Filipe Alves

Xiaomi, OnePlus e Huawei: Os smartphones que mais emitem radiaçãoOs smartphones da Xiaomi, OnePlus e Huawei foram considerados os terminais que mais emitem radiação neste momento.

De acordo com o "Escritório Federal Alemão de Proteção contra Radiação", os smartphones destas 3 empresas chinesas são quem lideram a tabela que poucos querem estar à frente.

Vê ainda: Artigo 13: O que é e como poderá afetar o YouTube?

Ainda que não tenhamos ideia de quão este tipo de radiação faz mal ao corpo humano, ou quais as suas consequências a longo prazo, temos de perceber que independentemente das desvantagens, ter um maior nível de radiação nunca é um fator positivo. A não ser que nos vá dar poderes de Super Herói, aí utilizada 4 Xiaomi Mi A1 colados à cabeça.

Xiaomi Mi A1, OnePlus 5T e Huawei Mate 9 lideram a lista de smartphones que mais emitem radiação

Estas medidas foram apuradas durante uma chamada telefónica. Ou seja, ter o smartphone no bolso não terá tanto impacto negativo quanto durante uma chamada.

Portanto, segundo a mesma fonte, os níveis aceitáveis para que um smartphone obtenha o certificado de segurança temos de ter um nível abaixo de 0.60 Watts, infelizmente, todos os smartphones na lista tem mais do dobro.

A lista dos smartphones com maior nível de radiação é liderado pelo famoso Xiaomi Mi A1. Este foi o primeiro smartphone da Xiaomi a trazer Android One da Google e um dos mais populares da marca. Aliás, o xiaomi Mi A1 é o smartphone mais utilizado na Espanha segundo o AppBrain.

Logo depois temos o OnePlus 5T. Curiosamente não foi apenas o ecrã que modificou face ao antecessor. Podemos ver o OnePlus 5 na lista no oitavo lugar e o 5T logo no segundo.

Em terceiro lugar temos o Huawei Mate 9. Felizmente os smartphones de 2018 não parecem afetar muito nesta lista de smartphones com mais radiação. Ou seja, as fabricantes andam atentas ao que se passa.

A Apple também não fugiu à lista com o iPhone 7 e o iPhone 8 a marcarem presença. Temos de ainda enaltecer a ausência de smartphones da Samsung, LG ou até Nokia.

Em suma, como tinha referido, não temos ideia até que ponto é que este tipo de radiação é, ou não, prejudicial para os utilizadores. Contudo, não fazia mal olhar para esta lista antes de comprar um novo smartphone.

Editores 4gnews recomendam:

Xiaomi e IKEA preparam-se para destronar o mundo com nova parceria

Mi A2 Lite começa a receber a desejada atualização

Samsung poderá investir 35 milhões de euros em jogos exclusivos

Fonte | Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.