Xiaomi Mi Wireless Mouse Youth Edition
Na China, custa o equivalente a 49 Yuan, 8 dólares ou o equivalente a 6.7 euros.

está à venda numa das plataformas de revenda online, na China. Chama-se Xiaomi Mi Wireless Mouse Youth Edition e o seu preço é incrivelmente baixo (na China), algo que já não surpreende os fãs desta marca.

Ora não fosse a sua margem de lucro limitada a 5% por cada produto, isto por imposição do próprio CEO, Lei Jun. O novo rato sem-fios desta fabricante chinesa custa 49 yuan, algo que se converte em 8 dólares ou menos de 7 euros.

Vê ainda: Xiaomi Mi Band 3 – A rainha das smartbands está de volta!

O produto pode ser identificado pelo número, WXSB01MW, estando disponível em Preto e Branco, tal como ilustra a imagem de topo. É, para todos os efeitos, o rato sem-fios mais económico que a fabricante chinesa alguma vez produziu e lançou no mercado.

Temos aqui uma primeira metade com um acabamento brilhante, no seu plástico, bem como um design levemente ergonómico. Com uma traseira elevada, a tua mão terá onde assentar graças ao ângulo da traseira.

Este é o novo Xiaomi Mi Wireless Mouse Youth Edition

O Xiaomi Mi Wireless Mouse Youth Edition utiliza um sensor com 1200dpi de precisão (sensor fotoelétrico). Já a sua construção (corpo) é feito em plástico ABS, apresentando também um acabamento com duas secções. Já segundo a própria empresa, o rato aguentar mais de 3 milhões de cliques, sendo concebido para uma utilização prática e conveniente em situações de trabalho. Isto é, trata-se de um rato para escritório (trabalho) e não necessariamente para Gaming.

Xiaomi Mi Wireless Mouse Youth Edition
O novo rato está disponível em Preto e Branco.

A nível de conexão, o rato utiliza a frequência de 2.4Ghz para conectividade de alta-velocidade de ligação. O seu peso é de apenas 70 gramas (sem a bateria) e a nível de medidas temos 102×58×34mm.

O rato inclui também o conector (recetor) USB para ligares ao teu computador. Já em jeito de contextualização, este novo rato é uma nova edição do Mi Wireless Mouse lançado em 2017. O modelo original é um pouco mais caro mas conta com uma construção reforçada.

Já desde 2016 que esta fabricante tem lançado alguns periféricos desde género, chegando o primeiro com um acabamento similar ao utilizado nos produtos da Apple.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi Mi 8 supera o iPhone X da Apple na DxOMark – 99 pontos

Xiaomi Mi 8 SE: O Android que poucos falam mas que poderá ser um sucesso

Vivo NEX, o smartphone do futuro chega no dia 12 de junho

Fonte | via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).