Xiaomi abrirá a sua primeira loja oficial Mi Store em Espanha!

Rui Bacelar
Lei Jun Xiaomi Mi Store
Lei Jun, CEO e fundador da Xiaomi

A construtora chinesa Xiaomi já é quarta marca mais vendida na vizinha Espanha e uma das grandes jogadoras no mundo Android. Conta com um vasto portfólio de smartphones, inúmero gadgets, aposta também na IOT (Internet of Things) e estará disposta a dar mais um passo na Europa depois de ter inaugurado recentemente a primeira Mi Store oficial na União Europeia, mais concretamente na Grécia.

Vê ainda: Google Pixel 2 XL – a melhor visão que temos deste smartphone Android

A próxima Mi Store estará na capital de Espanha, Madrid e as obras de construção começam já esta semana, segundo nos conta o El Espanol. Está assim dado mais um forte passo para a expansão da marca no continente europeu, estabelecendo também um centro físico onde qualquer consumidor pode contactar diretamente com os produtos da marca.

O impressionante crescimento da Xiaomi em Espanha

Segundo o El Espanol o interesse da Xiaomi na vizinha Espanha deve-se à enorme popularidade da marca naquele país, sendo aliás, um dos melhores mercados europeus da construtora chinesa e uma possível porta de entrada para o mercado da América Latina.

Xiaomi Mi Store loja oficial
Abertura da Mi Store oficial na Grécia - Créditos da imagem: Gizchina

É deveras impressionante o crescimento da Xiaomi em terras espanholas, ocupando já o quarto lugar das construtoras mais populares de acordo com os dados da agência Kantar.

Cerca de 8% de todos os smartphones vendidos em Espanha já são Xiaomi's, proeza que se torna ainda mais digna de nota se tivermos em consideração que a empresa não tem presença oficial naquele país, vendendo apenas através das lojas online e dependendo de serviços de entrega.

Gostariam de ver uma Xiaomi Mi Store em Portugal?

Competirá agora no mercado físico e enfrentarás as gigantes Fnac, The Phone House e muitas outras lojas de renome que possuem uma vasta rede de acordos e influências. O objectivo da Xiaomi será agora alcançar os 10% de quota de mercado espanhol até ao final do ano.

É certo que a Xiaomi terá que ampliar o seu mercado e expandir os seus horizontes para além do seu país natal. Lá, domina o conglomerado BBK Eletronics que agrupa a OPPO, OnePlus e a Vivo, ocupando duas delas a 2ª e 3ª posição no ranking das maiores construtoras na China.

Para mais informações sobre a esta marca e tudo o que é tecnologia falada em português segue a 4gnews. Acompanha-nos no Facebook, Instagram e claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais.

Perante esta hegemonia do grupo BBK, a Xiaomi não tem outra solução senão olhar cada vez mais seriamente para a Europa e nós aqui mesmo ao lado também não nos importaríamos de receber uma Mi Store oficial, certo?

Outros assuntos relevantes:

Google – Android Nougat a crescer e Android Oreo continua insignificante

Huawei Mate 10 – Smartphone custará mais de 900€ na Europa

Nokia 9 – Surgem as primeiras imagens do melhor Android da Nokia

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).