Xiaomi Mi Mix Alpha será ainda mais poderoso do que se esperava

Filipe Alves
Comentar

O Xiaomi Mi Mix Alpha surpreendeu o mundo ao trazer um ecrã que se envolve no smartphone. Uma nova ideologia que a Xiaomi acredita que é possível que possa vir a ser o futuro.

Na altura da revelação oficial, este era um topo de gama em todos os aspetos. Porém, a tecnologia é mesmo assim. O que hoje é fantástico, amanhã é ultrapassado. Por isso a Xiaomi decidiu atualizar uma das suas especificações antes do lançamento no mercado.

Xiaomi Mi Mix Alpha chegará com o novo processador da Qualcomm

Na altura de revelação, o Xiaomi Mi Mix Alpha trazia o processador Snapdragon 855 Plus. Um chip topo de gama que merece todo o destaque. Todavia, meses passaram e a Qualcomm lançou um novo processador, Snapdragon 865. O mesmo que chega no Xiaomi Mi 10 e Mi 10 Pro.

Assim sendo, a fabricante asiática decidiu melhorar as especificações do seu "Alpha" de forma a ficar ainda mais competitivo no mercado de smartphones.

Novas informações revelaram que o terminal chegará às lojas com o novo processador da Qualcomm de forma a enfrentar a concorrência sem qualquer tipo de ponto negativo.

Preço do Xiaomi Mi Mix Alpha continua a ser um ponto negativo

Xiaomi Mi Mix Alpha

O terminal chegará ao mercado por um valor superior a 2500 €. Ou seja, podemos dizer com certezas que este não será o smartphone da marca que mais venderá.

Por muito que tenha tecnologia fantástica e um ecrã nunca visto, o Xiaomi Mi Mix Alpha tem um preço que só algumas carteiras o poderão comprar. Aproveita para conhecer os melhores gadgets Xiaomi a comprar em 2020.

A possível chegada a Portugal é seriamente questionável. Este é um smartphone que foi feito para surpreender o mundo e para dizer que a Xiaomi está preparada para o que aí vem. Não me parece que o mercado europeu, mais concretamente Portugal, seja um foco sério nos planos da Xiaomi.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.