Xiaomi Mi Mix 3: Já há informações sobre o preço do smartphone

Filipe Alves

O novo smartphone topo de gama da empresa chinesa será o Xiaomi Mi Mix 3. Depois de nos revelar hoje o Black Shark Helo oficial: Primeiro dispositivo móvel com 10GB de RAM

Ou seja, o mesmo se espera do Xiaomi Mi Mix 3. Os rumores são concretos. O terminal chegará com um ecrã sem margens, câmaras frontais de 24MP atrás do ecrã e um slide bem interessante e irreverente.

Xiaomi Mi Mix 3 terá um preço consideravelmente baixo paras um topo de gama

Porém, a maior preocupação é relativamente ao seu preço. Por muito que a Xiaomi nos dê sempre uma qualidade/preço a ter em consideração, muitos acreditam que as inovações que serão vistas no Xiaomi Mi Mix 3 possa puxar o seu preço mais para cima.

Uma das variantes do smartphone com sensor atrás

De acordo com as mais recentes informações tal acontecerá. Contudo, apenas ligeiramente. Segundos a imagem de um alegado website chinês, o novo smartphone Xiaomi Mi Mix 3 chegará ao mercado a rondar os 500€.

Aliás, para ser mais concreto, 465€. Isto é, se fizermos o câmbio de acordo com as taxas atuais. Mesmo assim, é necessário considerar que o valor aumenta sempre um pouco para exportações.

Entretanto, temos também de pensar que estamos a falar de valores vendidos na China. Acredita-se que o Xiaomi Mi Mix 3 chegue ao mercado português de forma oficial mas com um valor seriamente superior.

O Xiaomi Mi Mix 3 será a jóia de coroa da empresa chinesa e mal vejo a hora de ter as mãos no smartphone. O Mi Mix 2S é um dos meus terminais preferidos e estou seriamente entusiasmado para saber o que fizeram no seu sucessor.

Já se pretendes salvar uns trocos na compra de um smartphone, dá uma vista de olhos ao Xiaomi Mi Mix 2S que está AQUI à venda por 350€.

Editores 4gnews recomendam:

Terminal dobrável: Samsung volta a trocar-nos as voltas…

Discos SSD: como escolher os melhores e mais baratos

Mi Mix3 chegará com um novo processador?

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.