Xiaomi Mi Mix 2: 5 pontos em falta no novo smartphone da Xiaomi

Filipe Alves
Xiaomi Mi Mix 2: 5 pontos em falta no novo smartphone da Xiaomi
Este é o Xiaomi Mi Mix 2

A Xiaomi revelou hoje o Xiaomi Mi Mix 2 e embora tenha ficado fascinado pelo smartphone em si, esperava que a Xiaomi tivesse puxado um pouco mais nos pormenores do smartphone.

O primeiro Xiaomi Mi Mix chegou no ano passado para surpreender o mundo. O terminal mostrou-se capaz de gerir a pressão do público e foi de facto um smartphone que marcou a reviravolta no mercado mobile. Nos dias de hoje não faltam smartphones oriundos da China com esse tipo de design e é preciso dar os créditos à Xiaomi por ter feito do design popular.

Vê ainda: iPhone X: Será o Apple A11 um processador de seis núcleos?

O novo Xiaomi Mi Mix 2 surpreende em muitos aspetos, o novo terminal dá-nos uma construção premium, um design elegante e especificações topo de gama, contudo, acredito que havia espaço para melhorar.

Não quero com isto dizer que o smartphone é mau, muito pelo contrário. Estas "melhorias" são opiniões pessoais que acredito que fariam do smartphone mais apelativo à sua compra e utilização.

Resistência a água e poeiras

Depois de viver com smartphones como o Samsung Galaxy S7 e iPhone 7, uma das minhas maiores queixas face ao Google Pixel (meu smartphone diário) é a ausência de resistência a água e poeiras.

Quando comprei o meu primeiro smartphone com tais capacidades pensei que nunca utilizaria tal característica, contudo, mostrou-se mais útil do que inicialmente acreditava. Para além de ter a segurança e paz de espírito caso o smartphone caísse na água ou falar com ele à chuva (e no Reino Unido chove muito) é uma característica que muda completamente a perspectiva das recordações das férias de Verão.

Visto que o smartphone não tem uma entrada 3.5" jack para os headphones, a implementação da resistência à água e poeiras não foi posta neste Xiaomi Mi Mix 2 muito pelos problemas de garantia.

Visto que a Xiaomi vende muito para fora da China, onde as garantias são um problema sério, salvaguardar-se deste tipo de situações era vital. Desta forma podem simplesmente "negar" a garantia caso o smartphone mostre sinais de avaria devido a água.

Carregamento sem fios

Tal como a resistência à água, o carregamento sem fios é mais uma característica que só sentirá a falta quem já a teve. Por alguma razão as empresas estão a investir forte neste tipo de funcionalidade. A comodidade de carregamento wireless é formidável e embora seja a diferença entre "introduzir um fio ou não", tratasse de acompanhar o futuro, algo que o Xiaomi Mi Mix 2 não quis fazer neste aspecto.

Sendo o corpo construído em cerâmica a possibilidade de carregamento sem fios era mais do que possível. Se constróis um smartphone que não é de metal, é bom que aproveites todos os pormenores para te destacares da concorrência e o carregamento wireless é um deles.

Localização da câmara frontal

Xiaomi Mi Mix 2 smartphone Android

Só há pouco tempo tive a possibilidade de testar um smartphone onde a câmara se situava na parte inferior. Embora seja "lógico" visto que no Xiaomi Mi Mix 2 é o único local com espaço para tal, acredito que não faria mal seguir os passos da PlayGround com o Essential Phone.

Aquele corte pode até não ser o mais elegante para todos, mas prefiro ter tal corte e não andar a virar o smartphone sempre que quero tirar uma selfie. Pessoalmente até que gosto do corte frontal do Essential Phone, mas lá está, como referi no início, este top 5 é uma opinião pessoal e terás de ajuizar pelo teu ponto de vista.

Ecrã IPS

Xiaomi Mi Mix 2 Special Edition

O Xiaomi Mi Mix chega-nos com um ecrã de 5.99" polegadas IPS FHD+ e pessoalmente tenho de admitir que ficaria mais feliz com um ecrã AMOLED.

Não vou falar na densidade de pixels pois acredito que sejam satisfatórios, mas tenho de admitir que sou um amante de ecrãs AMOLED, a densidade das cores pode até não ser a mais real, mas é sem dúvida a minha preferida.

Entrada 3.5" jack para os headphones

Fui e sou um apologista da retirada da entrada dos 3.5" dos smartphones, assim sendo, sei que este não é um problema para mim.

Embora às vezes fique sem bateria nos headphones e desejasse ter a tal entrada, acredito que o futuro não passa por aí. Porém, vale a pena referir que há pessoas (cof cof Rui Bacelar) que consideram importantíssima tal entrada até que a tecnologia evolua de forma a nos dar algo com tanta qualidade.

Xiaomi Mi Mix 2, ainda assim um smartphone a adicionar na lista de favoritos

O Xiaomi Mi Mix 2 é sem margem para dúvida um dos smartphones mais relevantes no mercado e assim será pelo menos até fevereiro, onde será lançado o Galaxy S9. Na minha opinião fizeram quase tudo bem, porém, só o saberemos quando o testarmos.

Há pequenos pormenores que gostava de ver respondidos, como por exemplo a ausência do auscultador de chamada, ou até a câmara frontal de 5MP. São situações que não posso falar sem conhecimento de causa.

Há pormenores que gostaria de ter visto neste terminal, como a resistência à água e carregamento sem fios, esses sim começam a ser um "deal breaker" num smartphone topo de gama.

Todavia, não posso terminar este artigo sem dar as ovações ao trabalho que a Xiaomi tem feito. Este Xiaomi Mi Mix 2 pode até não ser perfeito, mas também não tem o valor de 1019€, tal como o Galaxy Note 8.

Outros assuntos relevantes:

Antivírus? Nem para o smartphone Android, nem para o PC Windows!

Mi Notebook Pro – O novo e mais potente PC portátil da Xiaomi

Mi Note 3 já é oficial! Snapdragon 660 e dual-câmara neste Xiaomi

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.