Home Android

Xiaomi Mi Max 3 pode chegar em breve face aos descontos no Mi Max 2

A redução de preços visará primordialmente o escoamento do stock do produto atual na preparação para a próxima geração

Xiaomi Mi Max 3 Android Oreo
Com uma enorme bateria e um ecrã de dimensões de tablet, este pode ser o próximo monstro da tecnológica chinesa

A fabricante chinesa de dispositivos móveis apresentou-nos o atual Mi MAX 2 em maio de 2017, estando o phablet Android quase a completar um ano de idade. Agora, temos indícios de que o lançamento do Xiaomi Mi MAX 3 possa estar para breve.

Com efeito, tal como avança a publicação Gizmochina, o Xiaomi Mi MAX 2 foi colocado a preço de saldo na loja oficial da marca. Neste momento a bersão base com 64GB de armazenamento e 4GB de memória RAM passou de 268 dólares para 236 dólares.

Vê ainda: OnePlus 6 ainda não foi apresentado mas já foi revelado, eis as reações!

De igual forma, a versão de topo com 128GB de armazenamento interno custava um total de 315 dólares no seu país natal. Agora, esta versão de topo custa o equivalente a 252 dólares. Preços obtidos a partir da conversão do Yuan para Dólar à atual taxa de conversão.

Entretanto a fabricante chinesa lançaria também uma versão base, ainda mais económica, com 32GB de memória interna e 4GB de memória RAM. Agora, também esta versão está agora listada por 220 dólares na loja oficial da marca. Estes preços têm reflexão na plataforma de vendas online, a Jingdong.

Estará o Xiaomi Mi MAX 3 prestes a ser apresentado?

Ora, tendo em conta a calendarização dos lançamentos da fabricante chinesa, com o Mi MAX 2 a ser apresentado em maio de 2017 é legítimo assumir que o Xiaomi Mi MAX 3 possa chegar em maio de 2018. Aliás, a recente redução de preços para estes terminais é um forte indício disso mesmo. Entretanto já surgiram vários rumores sobre as suas possíveis características e especificações técnicas. Será um novo smartphone / phablet Android de gama média.

Xiaomi Mi MAX 2 está agora a preço de saldo na China

A redução de preços visará primordialmente o escoamento do stock do produto atual na preparação para a próxima geração. Desta forma, já há várias semanas que se tem ouvido falar neste smartphone Android de grandes dimensões.

Aliás, tal como aqui demos a conhecer, graças à divulgação de um ficheiro de firmware (software de sistema Android), já conhecemos algumas das suas características. Com efeito, este software estava preparado para um smartphone com ecrã Full-HD+ com o formato / padrão 18:9. Tudo indica que teremos aqui uma tela / ecrã de 6.99 polegadas.

Software – Android Oreo 8.1 com a MIUI 9.5

O smartphone apresentará ainda uma bateria com 5500mAh de capacidade, provavelmente com suporte para carregamento sem-fios (padrão Qi). Contará igualmente com a tecnologia de carregamento rápido Quick Charge 3.0 da Qualcomm. Mais ainda, espera-se que inclua um scanner de íris para desbloqueio e autenticação do utilizador.

Espera-se que traga ainda uma câmara dupla na sua traseira, abdicando da porta jack de 3.5mm para auscultadores. Em vez disso teremos uma porta USB do Tipo C para carregamento, transferência de dados e possível ligação a alguns ‘phones’.

O seu processador será o Snapdragon 636 da Qualcomm na sua versão base com 3GB de memória RAM e 64GB de armazenamento interno. Poderemos ter duas versões mais poderosas com 4GB de memória RAM e 64GB ou 128GB de armazenamento interno.

Estas duas últimas versões poderão utilizar o Snapdragon 660, ligeiramente mais poderoso mas para já ainda está tudo em aberto.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Honor 10 da Huawei pode ser o ‘killer’ do novo OnePlus 6

Xiaomi pausa desenvolvimento da MIUI 9. Estará a MIUI 10 a caminho?

Asus Zenfone 5Z bate o tudo e todos nos resultados do AnTuTu

https://www.youtube.com/watch?v=8NdF3f4Nq_U

Fonte 1; Fonte 2| via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).