Xiaomi Mi Band 7 é oficial! A pulseira de maior sucesso está ainda melhor

Carlos Oliveira
Comentar

O anúncio pelo qual muito esperavam chegou finalmente. Hoje ficamos a conhecer finalmente a Xiaomi Mi Band 7, a nova geração do gadget de monitorização desportiva mais popular no mundo.

A Xiaomi Mi Band 7 chegará ao mercado com novas funcionalidades que farão dela ainda mais apetecível que as suas antecessoras. Contudo, algo que não difere face aos modelos anteriores é o seu preço acessível, agora cifrado no equivalente a 34 €.

Xiaomi Mi Band 7

Xiaomi Mi Band 7 chega com o mesmo design, mas um ecrã maior

A Xiaomi não inventou muito com a sétima geração das suas pulseiras desportivas. A Mi Band 7 conta com o tradicional design desta linha de produtos, assente num formato de comprimido alojado numa pulseira de silicone.

Ainda assim, a nova smartband chega com um ecrã 25% maior que o da sua antecessora. Com efeito, a Xiaomi Mi Band 7 traz um ecrã AMOLED de 1,62 polegadas com uma densidade de 326 pixels por polegada.

Infelizmente, os rumores a darem conta da introdução do ecrã sempre ligado (always-on display) não se confirmaram. Assim, o utilizador necessitará de acordar o ecrã da Mi Band 7 sempre que desejar visualizar alguma informação.

Graças ao seu ecrã maior, a Xiaomi fez algumas alterações na interface da pulseira como o redesenhar de alguns ícones, novos efeitos e novos métodos de visualização dos dados. Ademais, temos 100 novos mostradores que os utilizadores poderão customizar ao seu agrado.

Xiaomi Mi Band 7

Mi Band 7 continua repleta de funcionalidades de saúde e desporto

A componente desportiva da Xiaomi Mi Band 7 recebeu grande dedicação por parte da empresa chinesa para honrar o passado desta linhagem de produtos. Com efeito, a nova smartband oferece monitorização para 120 desportos dentro de portas ou ao ar livre.

Todas as modalidades mais populares estão abrangidas pela Mi Band 7, incluindo treino de ginásio ou aeróbico. Temos ainda um medidor de calorias consumidas para que os utilizadores possam avaliar com maior rigor este aspeto.

Existem quatro novas funcionalidades que destacam a Xiaomi Mi Band 7 das suas antecessoras. Agora é possível medir a carga de treino, tempos de recuperação, ingestão máxima de oxigénio e efeitos de treino aeróbico.

Outro rumor que não se confirmou é a inclusão de GPS na Xiaomi Mi Band 7. A nova pulseira continuará a carecer desta funcionalidade, obrigando à utilização de um dispositivo secundário para uma avaliação mais rigorosa de distâncias percorridas.

No departamento de saúde, destaque para a inclusão de um sensor SpO2 para avaliação contínua da saturação de oxigénio no sangue. Devemos salientar os alertas que a Xiaomi Mi Band 7 dará aos utilizadores sempre que a saturação de oxigénio descer dos 90%.

Xiaomi Mi Band 7

Os tradicionais sensores de batimentos cardíacos, monitorização do sono, níveis de stress ou saúde feminina marcam presença na Mi Band 7. A certificação 5 ATM continua a conferir a resistência necessária para a submersão da pulseira em água.

Autonomia prometida continua a ser de 14 dias

A Xiaomi Mi Band 7 conta com um aumento da sua bateria, cifrando-se agora nos 180 mAh. Ainda assim, a empresa continua a promover 14 dias de utilização contínua com uma carga.

Obviamente que estes valores poderão variar consoante o nível de utilização de cada utilizador. Quanto mais puxares pela tua pulseira, é natural que menor seja a longevidade da sua bateria.

Por fim, importa notar que a Xiaomi Mi Band 7 estará disponível em duas versões: camuflado ou fluorescente. Os preços anunciados para a China são de 34 € para a versão normal ou 41 € com NFC. Aguardamos agora pela sua apresentação na Europa e respetivos preços.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.