Xiaomi Mi Band 3 continua a surpreender ao bater mais um recorde!

Filipe Alves

A Xiaomi Mi Band 3 continua a dar que falar. A pequena pulseira inteligente ainda não tem um ano de vida e já vendeu como nunca antes. Aliás, de acordo com as Xiaomi Índia, a Xiaomi Mi Band 3 já vendeu mais de 1 milhão de unidades só naquele país.

Ainda que não se saiba em concreto quantas Xiaomi Mi Band 3 estão espalhadas pelo mundo, com estes números da Xiaomi Índia, temos ideia que ultrapassa seriamente o número de 1 milhão.

Xiaomi Mi Band 3 merece destaque

De acordo com a IDC, a Xiaomi vendeu mais de 7.5 milhões de wearables, porém, não nos dá dados concretos de quantos é que são Xiaomi Mi Band 3 ou outro relógio inteligente.

Xiaomi Mi Band 3 é um dos gadgets impossíveis de resistir

A Xiaomi Mi Band 4 está aqui à porta e a Mi Band 3 continua a vender como se nada se tratasse. Certamente porque um utilizador não se importa de dar pouco mais de 25€ por um gadget que realmente gosta. Se o investimento fosse mais alto certamente iríamos ver uma redução nas vendas por esta altura. Algo que, segundo um executivo da Xiaomi, não está a acontecer.

Xiaomi Mi Band 3 merece respeito

A Xiaomi Mi Band 4 deverá chegar com duas melhorias significativas face ao modelo presente no mercado. Primeiramente espera-se que nos traga o Bluetooth 5.0 para melhor conexão e eficiência. Estamos também à espera que nos ofereça NFC mesmo fora da China. Esperemos apenas que o NFC venha a ser compatível com serviços em Portugal.

Em suma, a Xiaomi Mi Band 3 continua a tomar recordes. Este é um recorde da Índia, porém, visto que a Índia é o segundo país mais populoso no planeta, vale sempre a pena destacar o crescimento da marca no segmento.

Podes sempre comprar uma Xiaomi Mi Band 3 por 27€ aqui. Ou seja, por menos de 30€ tens um gadget que te dá notificações, mede o ritmo cardíaco, conta-te os passos, quilómetros percorridos ou até o sono. Tudo com uma autonomia de umas semanas. Simplesmente formidável.

Relacionados:

Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.