Xiaomi Mi Band 3 Review | Impossível teres melhor por este preçoA Xiaomi Mi Band 3 esteve no meu pulso durante algumas semanas. Como não sou uma pessoa que faz muito exercício decidi passar para o pulso de um primo que tem uma atividade física bem mais puxada. Aliás, já o viste algumas vezes por aqui nas reviews. 

Depois de lhe ter dado para a mão a Xiaomi Mi Band 3 esteve com ele mais 2 semanas, ou seja, esta review é baseada em duas opiniões diferentes com mais de um mês de utilização.

Vê ainda: Smartphone da PALM será uma junção do primeiro iPhone e do iPhone X

É importante que percebas estas informações antes de tomares uma decisão de compra. Embora a Xiaomi Mi Band 3 tenha um preço super acessível, temos o mesmo cuidado na review tal como se tratasse de um gadget de 1000€.

A Xiaomi Mi Band 3 é perfeita em muitos aspetos, porém, também falha noutros. Temos de perceber que não podemos exigir de um gadget que custa pouco mais de 25€ o mesmo de um smartwatch que custa 300€ ou uma smartband que custa 150€. Se bem que entre esta e a Fitbit Alta até prefiro a Xiaomi.

Xiaomi Mi Band 3 merece todos os cêntimos que pagas por ela

O gadget está neste momento à venda por menos de 30€. Claro que este é um ponto super importante. Posso-te garantir que não encontrarás um gadget tão bom quanto este pelo preço. Impossível!

Sabe mais sobre os preços e envios aqui

A Mi Band 3 não tem uma construção fantástica de origem, contudo, consegues facilmente mudar a bracelete. Há escolhas sem fim para neste departamento (vê aqui alguns) e os preços são super acessíveis.

O pequeno “grão arroz” tem resistência a água e poeiras, uma autonomia fenomenal e tens as notificações mais importantes no teu pulso. Este é um resumo daquilo que faz para utilizadores como eu.

Agora, para utilizadores como o meu primo as coisas são bem mais sérias. A Xiaomi Mi Band 3 consegue medir o ritmo cardíaco de forma contínua, dá-te distância percorrida, calorias perdidas, estado do sono e podes definir vários tipos de exercícios através da aplicação de forma a monitorizar de forma mais correta. A aplicação melhorou muito nos últimos anos e já merece um ponto positivo.

Sabe mais sobre os preços e envios aqui

Neste departamento a Xiaomi Mi Band 3 supera qualquer concorrente. Tenho de começar por explicar que o Anthony (meu primo) não é uma pessoa nerd nem quer saber muito disso. Mas o sorriso nos olhos era inacreditável à medida que me explicava o quão conseguia ver o desempenho do seu exercício ao longo do dia.

A bateria, quando utilizada com o medidor de ritmo cardíaco de 1 em 1 minuto, durou para mais de uma semana e creio que não terás problemas. Se és uma pessoa sedentária como eu ficarás feliz em saber que durante as duas semanas e meia só o carreguei uma vez.

O único defeito desta smartband são as notificações. Yap! A smartband simplesmente não é inteligente o suficiente para perceber como é que as coisas se fazem. Imagina que estás num grupo do WhatsApp onde te mandam uma mensagem. A smartband vibra. Até aqui tudo bem.

Sabe mais sobre os preços e envios aqui

Não abres a mensagem porque estás na bicicleta e não é nada de importante. Logo de seguida recebes outra mensagem nesse grupo e a smartband vibra duas vezes. Continuas sem abrir a notificação. Quando chega à 12ª mensagem, a smartband vai-te vibrar 12 vezes. Lembra-te que até lá chegar vibrou 3 vezes para a terceira notificação, 4 vezes para a quarta e assim sucessivamente.

Esperemos que seja algo que a Xiaomi corrija via software. É uma simples atualização e fica resolvido. Mesmo assim, não podia estar mais feliz com o gadget. Vale todos os cêntimos que pagas por ele.

A Xiaomi Mi Band 3 tem compatibilidade com smartphones Android e iOS e o seu emparelhamento é simples e eficaz. A aplicação, como tinha referido, já merece um ponto positivo. É bom ver a Xiaomi a evoluir onde todos sabíamos que precisava.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi Mi Mix 2S chega ao mercado numa nova tonalidade

Google não quer te enganes por falsos Fortnite para Android

OnePlus 6: Poupa quase 100€ na compra deste topo de gama Android

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.