Xiaomi Mi A3: smartphone poderá chegar com versão "Pro" em breve

Filipe Alves
Comentar

Muitos criticaram a Xiaomi e a sua escolha num smartphone com poucas especificações para o Android One de 2019. O Xiaomi Mi A3 era muito esperado por nos trazer a versão pura do Android e a qualidade de construção Xiaomi. Contudo, os utilizadores ficaram a desejar mais.

Certamente por isso é que se fala que uma versão do smartphone com o nome de Xiaomi Mi A3 Pro está para chegar. Esta versão trará especificações consideravelmente melhores, porém, deverá subir ligeiramente ao valor.

Xiaomi Mi A3 Pro

Registo do Xiaomi Mi A3 Pro aconteceu na Rússia

Um smartphone passou pelo registo na Rússia com o número de modelo "M1904F3BG". Ou seja, uma variante do Xiaomi CC9 que foi lançado na China. Assim sendo, espera-se que o smartphone que se venha a chamar Xiaomi Mi A3 Pro na Europa seja o Xiaomi CC9 que foi lançado na China.

Especificações do alegado Xiaomi Mi A3 Pro

  • Ecrã: 6.39" polegadas
  • Tecnologia de ecrã AMOLED FullHD+
  • Sensor biométrico no ecrã
  • Processador Qualcomm Snapdragon 710
  • Memória RAM de 6GB e 8GB
  • Memória interna de 64GB, 128GB e 256GB
  • Câmaras principais de 48MP + 8MP + 2MP
  • Câmara frontal de 32MP
  • Bateria de 4030 mAh

Ainda que nada seja garantido, se este terminal realmente chegar como Xiaomi Mi A3 Pro irá ter em consideração tudo aquilo que os amantes da marca criticaram do Xiaomi Mi A3.

O ecrã é FullHD+, o processador é consideravelmente melhor e temos variantes de RAM para aqueles que querem um pouco mais do telemóvel.

O Xiaomi Mi A3 foi construído para um utilizador que queira um smartphone simples e com um software com Android puro. Já este modelo "Pro" chegará para satisfazer os que não ficaram satisfeitos com a primeira oferta da Xiaomi.

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.