Xiaomi Mi A3: o drama do ecrã não ser FullHD é simplesmente desnecessário

Filipe Alves
Comentar

São muitos os Mi Fãs e amantes da marca que estão a cair seriamente em cima do novo Xiaomi Mi A3 pela ausência de um ecrã FullHD+.

A minha opinião neste ponto é simples! Não há necessidade para tal. O Xiaomi Mi A3 é destinado a um mercado que não deverá sentir pela falta desta tecnologia. Até porque há outras que vão certamente compensar.

Xiaomi Mi A3

Xiaomi Mi A3 é um smartphone de qualidade para os 249€

O smartphone chegará ao mercado de forma oficial por 249€. Por este preço não há muitas questões. Será quase impossível teres um dispositivo tão bom por este preço.

Principalmente se não fores daqueles que compras online. Se não tens problema de o fazer, certamente direi para investires no Mi 9T (que deveria ter sido o Mi A3), caso contrário, tens aqui um telemóvel com excelente qualidade. Mas vamos por pontos. Porque acredito que quem está a reclamar no ecrã só está a olhar para a falta da palavra "Full" no HD+.

O iPhone Xr tem o triplo do preço com um ecrã pior

Ainda que a Apple não seja exemplo para ninguém, temos de o comparar ao iPhone Xr. Não nas suas especificações. Até porque o Xr é tem especificações topo de gama. Porém, a empresa de Tim Cook também poupou dinheiro no ecrã. Porém, deu-nos um ecrã pior ainda.

O ecrã do iPhone Xr é HD+ com tecnologia IPS. Já o Xiaomi Mi A3 é um AMOLED. Ou seja, contraste melhor, mais qualidade na cor e, acima de tudo, melhor para a bateria do teu smartphone. Para que queres um ecrã FullHD+ quando tens um HD+ com AMOLED com um preço fantástico?

Depois a bateria de 4030 mAh vai fazer milagres! Um ecrã HD+ não puxa tanto quanto um FullHD e o AMOLED dará a melhor gestão que falamos acima.

Sensor biométrico no ecrã vale a pena falar

Xiaomi Mi A3

Ademais, o Xiaomi Mi A3 dá-nos também um sensor biométrico no ecrã. Quantos terminais com o mesmo preço nos oferecem o mesmo?

Em suma, os Mi Fãs podiam contestar o processador mas o ecrã está, na minha opinião, fora de questão. O ecrã é suficientemente bom para o valor do smartphone.

Já o processador, não me importava de ter o Snapdragon 730 do Mi 9T. Isto porque é consideravelmente mais potente que o 665 presente no Mi A3. Ainda assim, nada é perfeito neste mundo. Por este preço tens um smartphone com Android One, atualizações a tempo e horas e tecnologias que sei que gostarás.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.