Xiaomi Mi 9S 5G: novo smartphone a caminho com novidades interessantes!

Filipe Alves
Comentar

O Xiaomi Mi 9 é um dos smartphones mais popular da Xiaomi e por boas razões. Tens tudo o que podes desejar num topo de gama e um preço acessível à maior parte das carteiras. Contudo, a Xiaomi não se fica por aqui e prepara-se para lançar o Xiaomi Mi 9S. Uma variante mais poderosa do seu topo de gama.

Depois de passar pelo registo na TENAA (entidade oficial de registo mobile na China), o smartphone mostra-nos que o design não será diferente do conhecido Xiaomi Mi 9. Em vez disso teremos melhorias internas que nos leva a crer que será uma atualização interna. Algo que a OnePlus, por exemplo, costuma fazer com o seu modelo "T".

Xiaomi Mi 9S

Possíveis características do Xiaomi Mi 9S

  • Processador Qualcomm Snapdragon 855+
  • Ecrã 6.39" polegadas QHD+ (2K)
  • Carregamento de 45W (Mi 9 conta com 27W)
  • Conexão 5G
  • Estabilização na câmara traseira OIS

Estas serão as grandes diferenças do alegado Xiaomi Mi 9S para o Mi 9. Ainda que nada destas mudanças exijam uma alteração de design, temos de admitir que são apelativas. Principalmente o ecrã QHD e o carregamento rápido de 45W. A estabilização de imagem OIS será também uma vantagem para todos aqueles que adoram tirar fotografias com o smartphone.

Quando será revelado o Xiaomi Mi 9S

Ainda não há datas concretas para a revelação do Xiaomi Mi 9S. Contudo, acredita-se que esteja mais próximo do que imaginado. Isto porque não demora muito a um smartphone ser revelado depois de passar pela certificação na TENAA.

Este modelo não será fácil de se arranjar na Europa. Pelo menos para já. Este telemóvel é feito para o mercado asiático mas mesmo assim, há uma esperança que a Xiaomi o venha a comercializar no nosso Continente.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.