Xiaomi Mi 9 receberá funcionalidade do ecrã do Black Shark 2. Xiaomi Mi 8 na lista também!

Filipe Alves

A Xiaomi revelou de forma oficial que trará uma das características do ecrã do Black Shark 2 ao Xiaomi Mi 9 nas próximas semanas. Referiu ainda que está a trabalhar na possibilidade de implementação da mesma característica no Xiaomi Mi 8 mas que ainda nada era garantido para esse smartphone.

A tecnologia chama-se "DC dimming" e é mais complexa do que se pensa. De forma simples, a Xiaomi muda a tonalidade do ecrã do smartphone com outro hardware. Passo a explicar.

Xiaomi Mi 9

Com esta tecnologia, o ecrã tem as cores mais reais e dará ao utilizar menos dores nos olhos depois de utilizar o smartphone por algum tempo. Basicamente, a tecnologia adapta-se de forma mais rápida e eficiente às diferentes luminosidades e conteúdo que estás a ver.

Xiaomi Mi 9 será o primeiro a receber a tecnologia. Mi 8 terá de esperar!

Para além disso, com essa adaptação, conseguirá fazer do conteúdo visualizado (seja jogo ou vídeo) com melhor qualidade e cores mais reais. Esta tecnologia é apenas destinada aos ecrãs AMOLED, por isso é que se fala que é possível que chegue também ao Xiaomi Mi 8.

Xiaomi Mi 8

Os ecrãs OLED tem a tendência de nos mostrar cores mais agressivas e berrantes. Ainda que existam muitos utilizadores que assim prefiram, os olhos não são os melhores amigos. Depois de horas a olhar para um ecrã AMOLED os teus olhos ficam mais cansados que num ecrã LCD. Isto porque os visuais e cores são mais vivas e emotivas.

Esta característica permite também uma maior eficiência do smartphone e da autonomia. A melhor gestão de tonalidade e luminosidade fará do smartphone vivo por mais tempo.

Em suma, não é uma das melhores características para ficar entusiasmado, porém, é uma daquelas que é sempre bom ter no smartphone.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte | Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.