Xiaomi Mi 8 Xiaomi Mi 7 Android Oreo Xiaomi Mi 7 Face ID Apple iPhone X Android Face ID
A Apple pode generalizar este tecnologia mas será que as demais construtoras farão o mesmo, e da melhor forma? A Xiaomi será uma das primeiras.

Em setembro de 2017 ficamos a conhecer o “Face ID”, a tecnologia de reconhecimento facial 3D da Apple. Presente no seu iPhone X, é uma forma rápida e segura de desbloquear o smartphone. Agora, o Xiaomi Mi 8 está prestes a tornar-se no primeiro smartphone Android a com uma tecnologia equivalente.

Em primeiro lugar, no mercado já temos dezenas de smartphones Android com o desbloqueio através do reconhecimento facial. A tecnologia é geralmente apelidada de Face Unlock e partilha a mesma premissa do Face ID. O teu rosto como meio de autenticação.

Vê ainda: Google Play Store: Sega lança ‘Super Monkey Ball’ para Android

Contudo, a forma como o Face ID e o Face Unlock reconhecem o utilizador / operam, é distinta, sendo o Face ID mais seguro do que o segundo. Na prática, o Face ID vai “mapear” o teu rosto tridimensionalmente.

A partir daí executa um exercício de correspondência com os pontos registados previamente. Para tal necessita de toda uma panóplia de sensores (hardware) e o software adequado para mediar o processo de autenticação e reconhecimento.

Xiaomi Mi 8 será o 1º smartphone Android com o reconhecimento facial 3D – Face ID

Já o Face Unlock utiliza simplesmente a câmara frontal do teu smartphone. Utiliza um reconhecimento 2D (bidimensional) para reconhecer o teu rosto. Neste momento pode ser utilizado para desbloqueio do smartphone, não para autorizar pagamentos (autenticação). É uma alternativa simples, barata e a maioria dos consumidores provavelmente nem vai notar a diferença. Isto é, a menos que queira autorizar pagamentos simplesmente com o seu rosto. Mais ainda, o Face Unlock pode em alguns casos ser ludibriado com uma fotografia do utilizador registado. O Face ID, não.

O smartphone Xiaomi Mi 8 chega no dia 31 de maio

Xiaomi Mi 8 painel frontal smartphone Android Face ID

Expostas as diferenças entre ambos os sistemas chegamos agora ao Xiaomi Mi 8, uma edição especial do smartphone Xiaomi Mi 7. Este topo de gama Android já deveria ter sido apresentado em abril para manter o calendário de lançamentos (o Mi 6 chegou em abril).

Todavia, os atrasos no desenvolvimento da tecnologia Face ID (reconhecimento facial 3D), obrigaram a fabricante chinesa a adiar o seu lançamento. Tal já tinha sido antecipado pela marca, criando o Xiaomi Mi MIX 2S para precaver isso mesmo. Uma das razões não declaradas mas facilmente constatáveis.

Agora, o Xiaomi Mi 8 (a edição especial do smartphone Xiaomi Mi 7), está pronto. Já aqui vimos a sua capacidade. Já aqui vimos o seu preço (provável).

aqui vimos o seu leitor de impressões digitais sob o ecrã. Já aqui vimos o seu sistema de sensores para o Face ID. Já aqui vimos um protótipo do smartphone Android, entre tantas outras fugas de informação nos últimos meses e especialmente nas últimas semanas.

O que podemos esperar deste novo smartphone Android?

O smartphone Xiaomi Mi 8 será a edição comemorativa do 8º aniversário da fabricante chinesa fundada em 2010 por Lei Jun. Esta que já é a 4ª maior fabricante na Europa e em todo o mundo já confirmou o evento de apresentação no dia 31 de maio. Aí ficaremos a conhecer o novo smartphone, ou melhor, os novos smartphones.

No caso do modelo de topo, o Xiaomi Mi 8, teremos aqui toda uma panóplia de sensores para mediar o reconhecimento facial 3D. Isto obrigará a marca a implementar uma notch (recorte) algo saliente. As diferenças podem ser vistas na imagem abaixo.

Reconhecimento facial 3D será um dos seus trunfos

Xiaomi Mi 8 Xiaomi Mi 7 smartphone Android
As diferenças de tamanho entre duas das versões dos próximos terminais da fabricante chinesa.

Note-se que para implementar o reconhecimento facial 3D o smartphone necessita de iluminar o rosto do utilizador. Necessita também de uma porta de entrada para essa informação (scanner). Algo que obrigará a Xiaomi a colocar uma “notch” muito similar à do iPhone X no seu novo smartphone Android.

No caso da Apple temos o sistema de sensores e câmaras TrueDepth. Conta com o auscultador, sensor de proximidade, sensor de luminosidade, receptor de infra-vermelhos, iluminador e projetor de pontos (300). Esta será a razão pela qual o Xiaomi Mi 8 terá uma notch mais larga do que a maioria dos smartphones Android.

Xiaomi Mi 8, a edição comemorativa do 8º aniversário da Xiaomi

As imagens acima não nos deixam margem para dúvidas. Mais ainda, com toda a informação que tem sido avançada, sabemos que este smartphone Android trará este sistema de autenticação. Será agora uma questão de tempo (9 dias) até o conhecermos oficialmente.

As suas restantes especificações técnicas incluirão um total de 8GB de memória RAM com 512GB de armazenamento interno na versão de topo. Terá também o processador Snapdragon 845 da Qualcomm no seu interior para além de uma câmara dupla de 16MP.

Contará com o sistema operativo Android Oreo da Google com a interface MIUI 9.5. Será construído em vidro, com uma estrutura metálica. Deverá contar também com uma bateria de 4000mAh de capacidade com carregamento rápido e carregamento sem-fios.

Este smartphone Android será apresentado no dia 31 de maio de 2018, na China.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi Mi 7 ou Mi 8 poderá trazer variante com 512GB de armazenamento

Xiaomi Mi 8 ou Xiaomi Mi 7 será apresentado no dia 31 de maio – Lei Jun

OnePlus justifica ausência de carregamento sem fios no OnePlus 6

Fonte | via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).