Home Android

Xiaomi Mi 7 ou Xiaomi Mi 8, a importância do nome – [opinião]

Só agora é que as gamas de produtos da marca (e a própria marca) começa a ser conhecida em Portugal pelo público geral.

Xiaomi Mi 7 Xiaomi Redmi S2 Xiaomi Portugal Android Oreo
2018 será um ano repleto de novos objectivos para a marca. A implementação em Portugal é um deles.

A 4ª maior fabricante mundial de dispositivos móveis (e 4ª maior fabricante na Europa), prepara-se para lançar o seu próximo topo de gama Android, o Xiaomi Mi 7 ou Xiaomi Mi 8. Chegará atrasado face ao lançamento do Mi 6 e poderá chegar em várias versões / edições.

Mais recentemente vimos uma vaga de rumores (em boa verdade uma fonte que disseminou várias hipóteses) relativamente ao nome do produto. O mesmo tem vindo a ser referido como “Dipper“, o nome de código do próximo smartphone Android.

Vê ainda:16 Apps gratuitas na Google Play Store para o teu Android

Em primeiro lugar, é importante frisar a o impacto do nome do produto junto dos consumidores. Um nome forte, sonante e facilmente memorarizável é automaticamente um produto com mais chances de ser bem recebido. (Toma nota LG).

Quanto mais elaborado, comprido, complicado ou simplesmente estranho for o nome mais este se tornará “esquecido” pelo consumidor. Tudo isto para frisar o impacto de um logótipo, um slogan, uma frase chave que rapidamente associemos a uma marca e a um produto.

Xiaomi Mi 8 ou Xiaomi Mi 7?

No caso da Xiaomi podemos pensar em…barato. Económico. Acessível. De igual forma podemos pensar em slogans como “Apple chinesa” ou relação preço / qualidade imbatível. São realidades que já associamos à empresa fundada em 2010 por Lei Jun e que, pouco depois do seu 8º aniversário, já se tornou numa das maiores fabricantes mundiais. É já um dos maiores “players” no mercado chinês e já domina o mercado indiano. Estes dois últimos são os 2 maiores mercados mundiais de smartphones.

Xiaomi Mi 8 Xiaomi Mi 7 Android Oreo Google capa Xiaomi Mi 8
Este será o Xiaomi Mi 8 ou Mi 7 da fabricante chinesa a chegar ao mercado com o Android Oreo da Google.

Agora, olhemos para o futuro e para a sua próxima aposta no mercado Android. De momento ainda não sabemos exatamente a sua data de chegada. Anteriormente foi sugerida a data de apresentação no dia 23 de maio mas é provável que a imagem (cartaz) seja falso.

É importante ter um nome simples e fácil de memorizar

Entretanto nem mesmo o nome do smartphone Android está perfeitamente claro. Não sabemos se se chamará Xiaomi Mi 7 (apesar de extremamente provável), ou Xiaomi Mi 8. A motivação para o salto de uma geração basear-se-ia no 8º aniversário da marca.

Note-se que várias marcas optaram pelo “salto” por uma miríade de motivos distintos. Desde os mais simples como no caso da Huawei que saltou do P10 para o P20 sem razão aparente a não ser a sua vontade para tal.

A Samsung já fez o mesmo com o Samsung Galaxy Note 5 para o Note 7. Na altura para nivelar o “número” dos seus produtos entre a gama “S” e a gama “Note”. Mais ainda, todos nos recordamos do “salto” da Microsoft entre o Windows 8 para o Windows 10. Tudo isto para dar ênfase na evolução entre as gerações.

Já vimos um protótipo do Xiaomi Mi 7 (Dipper) com o Android Oreo 8.1

Xiaomi Mi 7 Android Oreo Google capa Xiaomi Mi 8
Podemos ver o seu nome de código, “dipper”, bem como a versão do sistema operativo, Android Oreo 8.1.

Dipper chega em breve. Disso não temos a menor dúvida. Aliás, já pouco resta para descobrir sobre o terminal, faltando apenas a confirmação dos seus preços e um esclarecimento sobre a presença ou ausência do reconhecimento facial 3D.

Até às razões mais pungentes como o salto de OnePlus 3 para OnePlus 5. Tudo isto porque na cultura / tradição asiática o número 4 soa demasiado a…morte. Ora, escusado será dizer que nenhuma marca quer um smartphone associado ao ceifeiro.

Será o próximo topo de gama Android da Xiaomi

Agora, voltando ao Xiaomi Mi 7 (ou Mi 8). Ambas as hipóteses seriam bem recebidas pelo público. Mais ainda, só agora é que os produtos da marca começam a parecer “menos chinês” e mais português para os nossos consumidores.

Isto é, o seu alinhamento de produtos é ridiculamente confuso com uma miríade de divisões e sub-divisões de gamas de produtos. De MIX a Redmi com imensas variantes pelo meio, até mesmo para nós, a tarefa de os discernir é, por vezes, excruciante.

Xiaomi Mi 8 ou Xiaomi Mi 7? Para já está tudo em aberto

Em última análise, só agora é que as gamas de produtos da marca (e a própria marca) começa a ser conhecida em Portugal pelo público geral. Posto isto, olhando apenas para o cenário nacional, esta seria uma ótima altura para a marca “saltar” uma geração.

Mais ainda, o importante continua a ser o preço. Seja o seu nome qual for, as suas especificações foram reveladas na íntegra, aqui. Agora, esperemos pelo seu lançamento – muito dificilmente em maio de 2018.

Note-se que até à data a fabricante está complemente silenciosa sobre o seu próximo topo de gama Android. O seu nome ainda não foi confirmado, nem mesmo a sua data de apresentação. Ainda assim, as fotos que foram surgindo do produto já parecem ser efectivamente reais.

Ainda assim, na Xiaomi temos duas gama de topo. A linha “Mi” e a linha “MIX”, muito à semelhança da linha “Galaxy S” e da linha “Galaxy Note”.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Opinião. Qual a receita para a Xiaomi crescer mais de 1000% em vendas?

Mais informações emergem sobre o Apple iPhone SE 2 (2018)

OnePlus 6 quer rivalizar com a câmara do Pixel 2 ou do iPhone X

Fonte | via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).
Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia