Xiaomi Mi 7 Android Oreo
O smartphone Mi 7 estará com atrasos no seu desenvolvimento e a culpa é do ‘Face ID’.©c.mi.com

O Xiaomi Mi 7 tem sido alvo de vários rumores mas poucas fugas de informação até à data. Tudo isto indica-nos que o seu lançamento ainda tardará. Todavia, um dos rumores mais frequentes tem sugerido a presença de um novo mecanismo de reconhecimento facial 3D, algo similar ao Face ID da Apple. Este será o motivo para o atraso na chegada do próximo topo de gama com Android Oreo e a MIUI 9.5.

Depois de termos visto o portal XDA Developers a sugerir a presença do reconhecimento facial 3D neste smartphone surgiriam mais rumores nesse sentido. Aliás, esta é uma das características que deverá caracterizar o novo topo de gama com Android Oreo e uma construção em vidro e metal.

Vê ainda: Xiaomi Mi 6X já está presente na página oficial Android da Google

Todavia, neste momento é este mesmo mecanismo de reconhecimento facial 3D que estará a atrasar a sua apresentação oficial. Note-se que em 2017 o Mi 6 foi apresentado em abril pelo que esperávamos uma apresentação similar para o seu sucessor, o Xiaomi Mi 7. Tal não aconteceu e com abril a chegar ao fim, dificilmente acontecerá.

Com efeito, começa agora a ser improvável assistirmos a uma apresentação do Xiaomi Mi 7 durante o primeiro trimestre de 2018. É certo que ainda temos dois meses pela frente mas na melhor das hipóteses este terminal com Android Oreo só chegaria no fim de junho. Todavia, as mais recentes informações oriundas da Digitimes não são tão otimistas.

Xiaomi Mi 7 está atrasado devido ao ‘Face ID’

Apesar de não podermos confirmar a veracidade das informações avançadas por esta publicação, caso esteja certo o Xiaomi Mi 7 só chegará no 2º semestre do ano. Note-se que a grande mais valia de um reconhecimento facial 3D será a segurança reforçada perante as soluções existentes. Neste momento nenhum smartphone Android possui um mecanismo comparável ao do Apple iPhone X. O face unlock utilizado por diversas fabricantes Android utiliza o reconhecimento facial 2D que, apesar de rápido, é famoso por ser ludibriado com uma simples fotografia.

Xiaomi Mi 7 Android Oreo MIUI
Segundo consta, terás que esperar um pouco mais até que o terminal esteja pronto.

Ora, uma vez que a Xiaomi quer reforçar a segurança do seu Xiaomi Mi 7 com esta nova tecnologia de autenticação de desbloqueio mediante o reconhecimento facial 3D. Posto isto, meste momento está  a desenvolver toda a tecnologia necessária. Aqui inclui-se o hardware e o software. Todos os componentes que mediarão este novo mecanismo de desbloqueio.

Software – Android Oreo 8.1 com a MIUI 9.5

As empresas que estarão a trabalhar em parceria com a Xiaomi, segundo avança também a GizmoChina são a Qualcomm, Himax Technologies e a Truly Optoelectronics. Três empresas encarregues de providenciar uma solução prática para o Xiaomi Mi 7. Todavia isto também significa que a Xiaomi está dependente de três entidades distintas para o desenvolvimento deste novo mecanismo.

Em suma, a Xiaomi estará com dificuldades no desenvolvimento de todos os componentes necessários. Tudo o que é necessário para a implementação do reconhecimento facial 3D. Esta é a razão que estará a motivar o atraso na apresentação do Xiaomi Mi 7. Ainda assim, temos um novo Xiaomi Mi MIX 2S, apresentado a 27 de março e que começa agora a chegar às lojas.

Hardware – Snapdragon 845 da Qualcomm

Além do que estes rumores têm sugerido nos últimos meses. Temos visto outros tantos a sugerir a presença do leitor de impressões digitais no display. Também conhecido como sensor biométrico já sob o seu ecrã. Seria outro grande trunfo do Xiaomi Mi 7. Este que será um dos próximos dispositivos da marca a chegar ao mercado com o Android Oreo da Google. Além disso, o smartphone contará também com suporte para a tecnologia de carregamento sem-fios.

Xiaomi Mi 7 Android Oreo smartphones 3D Huawei Samsung Galaxy Note 9 Huawei Honor 10
Para já é apenas uma hipótese mas tem sido avançada para possíveis smartphone desta fabricante Android

Note-se que existe uma boa razão para o iPhone X ter uma notch ou entalhe no topo do seu ecrã. Aí temos os sensores TrueDepth onde encontramos um microfone, a câmara frontal e o auscultador. Temos ainda aí o sensor de infra-vermelhos para iluminar o rosto do utilizador. Sem esquecer o respectivo scan para aferir a correspondência de até 300 pontos de medição.

Xiaomi Mi 7 deverá trazer o Android Oreo 8.1, ainda sem data de apresentação

Sabemos também que o Xiaomi Mi 7 chegará com a interface MIUI 9.5 da própria marca. Esta será a interface do utilizador que reviestirá o sistema operativo Android Oreo da Google. Contará com o processador Snapdragon 845 da Qualcomm, algo que já foi confirmado pelo próprio CEO da empresa, Lei Jun. Esperamos também 6GB e 8GB de memória RAM neste terminal.

O terminal manterá a construção em vidro com uma estrutura metálica. Deverá ainda apresentar uma câmara dupla na sua traseira com 16MP (f/1.7). Contará também com Estabilização Ótica da Imagem (OIS). Espera-se que também inclua zoom ótico de 2x (duas vezes). Já a sua câmara frontal deverá manter os 8MP de resolução.

Posto isto, o cenário mais provável será vermos um Xiaomi Mi 7 a partir do 3º (terceiro) trimestre de 2018. Portanto, a partir de julho de 2018 na melhor das hipóteses. Isto claro, a menos que marca consiga contornar as dificuldades de implementação da nova tecnologia.

Numa última nota, segundo alguns analistas de mercado as fabricantes Android estariam cerca de 2 anos atrás da Apple. Isto no que ao desenvolvimento de mecanismos similares ao Face ID diz respeito.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Patente da Samsung refere aplicação de videochamada com AR Emoji

Nokia Moonraker: Um novo olhar ao smartwatch cancelado pela Microsoft

CEO da Xiaomi confirma que trará mais modelos com Android One

Fonte | Via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).