Xiaomi Mi A1 Xiaomi Mi 6X Android Oreo
O dispositivo foi hoje apresentado pela fabricante chinesa.

Famosa pelos seus smartphones Android de gama média, a fabricante chinesa liderada por Lei Jun apresentou hoje o seu novo Xiaomi Mi 6X. Este é, para todos os efeitos, um upgrade considerável e o sucessor do Xiaomi Mi A1. Em seguida daremos a conhecer os seus novos trunfos.

O Xiaomi Mi 5X foi lançado em 2017, mais concretamente durante o mês de julho para reforçar o portfólio de smartphones de gama média. Chegará ao mercado na sua versão base com 4GB de memória RAM e 64GB de armazenamento por 237 dólares. Pouco depois estaria também disponível numa versão mais modesta com 4GB+32GB por 205 dólares.

Vê ainda: Gmail da Google – Já chegaram as novidades para Android, iOS e versão Web

Neste momento o preço do Xiaomi Mi 5X, no modelo base de 4GB+64GB ronda os 205 dólares na sua loja online oficial, para a China. Todavia, o produto serviria de base para um dos mais populares smartphones da marca, o Xiaomi Mi A1, apresentado durante o mês de setembro.

Este seria o primeiro smartphone da empresa a abdicar da sua MIUI (ROM oficial) e a utilizar o Android puro. Este seria fornecido através da plataforma Android One da Google, garantindo não só uma experiência fluída e stock mas também atualizações de segurança e sistema. Estas são fornecidas pela própria Google e não pela fabricante.

O Xiaomi Mi 6X chegou para substituir o Xiaomi Mi A1

Agora, 5ª maior fabricante mundial de smartphones apresentou o Xiaomi Mi 6X, o sucessor do Xiaomi Mi A1, caso a história se repita. Note-se que apesar de a marca não ter apresentado o tão esperado Mi A2, acredita-se que o seu hardware seja exatamente o mesmo do Mi 6X. Posto isto, é normal que os consumidores estejam a pensar se o novo Xiaomi Mi 6X é, ou não, uma boa atualização / upgrade face ao modelo anterior. A resposta sucinta é um rotundo sim!

O Xiaomi Mi 6X é um bom upgrade para o Mi 5X / Mi A1

O Xiaomi Mi 6X afirma-se como o mais económico smartphone com o processador Snapdragon 660 da Qualcomm. Com efeito, ao passo que grande parte dos smartphones com este processador rondam os 500 dólares / euros. Com efeito, o novo terminal fica-se pelos 300 dólares. Isto na sua versão mais cara.

Xiaomi Mi A1 tem aqui um bom sucessor no Mi 6X

Este smartphone equipado com o Snapdragon 660 estará disponível nas 3 versões acima descritas. A versão base (4GB+64GB) custa o equivalente a 253 dólares ou 207 euros.

A versão intermédia (6GB+64GB) custa o equivalente a 285 dólares ou 233 eurospara este novo smartphone da tecnológica chinesa.

Por último, a versão de topo / premium (6GB+128GB) custa o equivalente a 316 dólares ou 259 euros. Relembro que estes são os preços para o mercado chinês, estando susceptíveis a alterações caso o produto chegue à Europa.

O que poderia ser melhor no Xiaomi Mi 6X?

A bateria. Temos aqui uma ligeira diminuição na sua capacidade. Entre o Xiaomi Mi A1 com 3080mAh passamos para 3010mAh no novo smartphone da marca. Note-se que graças ao novo processador esta diminuição deverá ser perfeitamente compensada pela otimização no consumo energético.

Xiaomi-Mi-6X-8.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-7-1.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-8-1.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-8-2.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-9-1.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-10.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-Snapdragon-660-5.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-Snapdragon-660-6.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-Snapdragon-660-capa.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-Snapdragon-660.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-Snapdragon-660-1-1.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-Snapdragon-660-7.jpg

Ainda assim, sendo até um pouco picuinhas, gostaria de ter visto uma bateria com uma capacidade reforçada. Afinal de contas esta é o smartphone que substituirá o Xiaomi Mi A1 e que servirá de base ao Mi A2. Isto é, assim que a marca o decida finalmente apresentar com a plataforma Android One.

Temos 3 versões para o substituto do Xiaomi Mi A1

Por último, a versão premium conta com 128GB de armazenamento interno e com 6GB de memória RAM. No seu interior temos uma bateria com 3010mAh de capacidade, capaz de carregar 50% da carga em 30 minutos. Está dotada de carregamento rápido Quick Charge 3.0 18W da Qualcomm.

O seu sistema operativo é o Android Oreo 8.1 da Google. Conta ainda com a interface própria da Xiaomi, a MIUI 9.5 com suporte para gestos de navegação. Conta ainda com a assistente por voz da marca, a Xiao AI que ficamos a conhecer com o Mi MIX 2S, o novo topo de gama.

Performance e Especificações no Xiaomi Mi 6X

No interior do Xiaomi Mi 6X temos a plataforma Snapdragon 660 da Qualcomm. Trata-se de um “motor” de gama média-alta, extremamente capaz. Conta com um núcleos de inteligência artificial, o Artificial Intelligence Engine (AIE).

Na plataforma de testes AnTuTu, o Mi 6X obteve 139,697 pontos, um aumento de performance de 79% face ao Mi 5X / Mi A1. Este último utiliza a plataforma Snapdragon 625, também produzido pela Qualcomm.

Posto isto, para todos os efeitos o novo terminal é um upgrade à altura do "mítico" Xiaomi Mi A1.

Assuntos relevantes na 4gnews:

OnePlus 6 será apresentado no dia 16 de maio em Londres, 17 na China

Xiaomi Mi 6X é oficial! Snapdragon 660 e 6GB de RAM por 207€

Google Play Music pode ser substituído pelo YouTube Remix em 2019