Xiaomi Mi 11: este pode ser o design do smartphone

Bruno Coelho
Comentar

O Xiaomi Mi 11 parece estar bastante perto de ser apresentado. Ultimamente a Xiaomi mostra ao mundo o novo equipamento em fevereiro, mas as últimas indicações dão conta de que este pode ser apresentado ainda durante dezembro ou janeiro.

Na última semana estes rumores tomaram maior forma, com a revelação daquelas que seriam alegadas imagens reais do smartphone. Baseando-se nestas e nos vários rumores, o popular designer de conceitos, Ben Geskin, mostra-nos como poderá ser o Xiaomi Mi 11.

Deves ter em conta que este conceito é baseado em rumores, e não é oficial. Se tal se confirmar, teremos mudanças pouco significativas na parte frontal do equipamento. A grande novidade é existência de margens superiores e inferiores curvas, além das laterais que já o eram. A câmara frontal mantém-se no ecrã, num pequeno punch-hole (buraco).

Na parte de trás é onde parecem acontecer as maiores mudanças. Vemos aqui um aspeto mais perto do alcançado com os Mi 10T, com duas câmaras com sensores de maiores dimensões. Estas serão a principal e a grande angular, que devem ser acompanhados por uma lente macro ou telefoto.

Alegadas imagens reais do Xiaomi Mi 11

O grande destaque deste conceito é que, pelo menos neste modelo, a Xiaomi ainda não aposta numa câmara frontal por baixo do ecrã. E parece querer apostar em ter câmaras de maior qualidade, do que em aumentar o número de sensores.

Como sempre acontece num conceito, deves ter em conta que este se baseia nos vários rumores em torno do vindouro equipamento. Até confirmação oficial da Xiaomi, deves olhar para esta imagem com uma 'pitada de sal'.

Editores 4gnews recomendam:

  • Xiaomi Mi 11 e Mi 11 Pro: preços e especificações revelados antes de tempo
  • Xiaomi Mi 11: alegado design do smartphone é revelado em imagens 'reais'
  • Fã da Xiaomi entra numa Mi Store e gastou 87 mil euros. Comprou todos os smart gadgets!
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.