Xiaomi Mi 10: razões pelas quais o smartphone pode vir a ser popular em Portugal

Filipe Alves
Comentar

O Xiaomi Mi 10 e Mi 10 Pro preparam-se para serem revelados de forma oficial. Os novos smartphones da Xiaomi terão um mercado agressivo e, mais do que nunca, super competitivo à espera.

O CEO da Xiaomi, Lei Jun, referiu no seu perfil da rede social Weibo, que o Xiaomi Mi 10 terá de "igualar as expectativas" dos utilizadores.

Será que o Xiaomi Mi 10 vai surpreender?

Xiaomi Mi 10: razões pelas quais o smartphone pode vir a ser popular em Portugal
Xiaomi Mi Note 10

O Xiaomi Mi 10 tem tudo para criar um impacto positivo no mercado. Porém, como referi anteriormente, não é tarefa fácil ganhar destaque no mercado de smartphones neste momento.

Na minha opinião tudo vai depender do preço do smartphone. O CEO da marca já referiu que não podemos esperar "borlas" e que o smartphone terá um valor acima dos modelos do ano passado. Contudo, espera-se que esse valor continue a ser abaixo dos outros topo de gama que já olham para a fasquia dos 1000 €.

Com as lojas oficiais em Portugal, a Xiaomi não precisa de muito para conseguir crescer ainda mais no nosso país. Esperemos apenas que o valor dos novos telemóveis não sejam muito acima daquilo que se vende online e que a sua chegada seja rápida. Isso basta para que o Xiaomi Mi 10 e Mi 10 Pro tenham sucesso no nosso país repleto de Mi fãs.

Qual será a concorrência do Xiaomi Mi 10

Assim sendo, olhemos para a sua concorrência. Aqueles smartphones que vão competir diretamente com o topo de gama da marca. Olhemos também para o preço destes smartphones.

  • Samsung Galaxy S20 - 929 €
  • Samsung Galaxy S20+ - 1029 €
  • iPhone 11 - 829 €
  • iPhone 11 Pro - 1179 €
  • Huawei Mate 30 Pro (sem Google Play Store) - 1049 €
  • Huawei P40 Pro (por anunciar e sem Google Play Store) - Rondar os 1000 €
  • OnePlus 8 (por anunciar) - Rondar os 700 €
  • OnePlus 8 Pro (por anunciar) - Rondar os 750 €
  • Realme X50 Pro - rondar os 500 €

Se tudo correr como é esperado o Xiaomi Mi 10 chegará ao mercado por pouco mais de 500 €. Assim sendo, o topo de gama terá basicamente tudo o que os outros oferecem com um preço bem abaixo.

A única fabricante que será capaz de competir será mesmo a Realme. A submarca da OPPO tem mostrado uma concorrência forte, porém, ainda assim, espera-se que este Realme X50 Pro não venha a ter tudo aquilo que o Mi 10 oferece.

CEO da Xiaomi fala sobre o Xiaomi Mi 10 antes da sua revelação oficial

As palavras do CEO da marca foram: "2020 não está a ser um ano muito comum. Mas acreditamos que coisas boas estão prestes a acontecer. Existe uma vida melhor e existem tecnologias que tornam a vida melhor. O Xiaomi Mi 10 tem de igualar as suas expectativas".

O responsável máximo da Xiaomi referiu ainda que não está fácil para conseguir mudar toda a organização do evento. Isto porque a Xiaomi decidiu que não seria uma boa ideia organizar um evento ao vivo devido à possível propagação do Coronavírus. As suas palavras foram "Está muito difícil".

Nota que nem só de smartphones vive a Xiaomi. Aliás, vê a seleção das melhores smartbands da atualidade, ou a lista com as melhores trotinetes elétricas do momento.

Isto porque este é um dos smartphones mais importantes do ano e a Xiaomi sabe que um evento ao vivo cria muito mais impacto que um evento só e apenas online.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.