Xiaomi lidera mercado de smartphones em 22 países com novo recorde de receitas no 2.º trimestre

Rui Bacelar
Comentar

A Xiaomi é a fabricante de smartphones que mais cresceu nos últimos 12 meses no mercado global. Com efeito, a empresa liderada por Lei Jun foi a entidade que mais beneficiou com a lacuna deixada pela Huawei à medida que esta perde relevância internacional.

O "vazio" deixado pela Huawei no mercado de smartphones foi rapidamente ocupado pela Xiaomi, com a OPPO a seguir as mesmas passadas. Agora, a Xiaomi celebra novos recordes de receitas num autêntico período dourado durante o 2.º trimestre de 2021.

Os números do trimestre dourado para a Xiaomi

Acima podemos ver o resumo das métricas apresentadas pela Xiaomi no seu relatório fiscal mais recente. Em análise está o segundo trimestre de 2021 compreendido entre o mês de abril até ao fim de junho de 2021 com crescimento em todas as áreas de operação.

Mais concretamente, entre os meses de abril a junho a Xiaomi expediu um total de 56,2 milhões de smartphones Android. É, com efeito, um aumento de 86,8% face ao período homólogo de 2020, denotando a tendência de crescimento da fabricante chinesa

Ademais, entre os smartphones expedidos pela Xiaomi durante os primeiros seis meses de 2021, 12 milhões de unidades apresentavam um preço recomendado de venda ao público superior a 300 €. Cada vez mais, a Xiaomi tem conseguido convencer os consumidores a optar pelos seus smartphones mais caros, desvinculando-se da imagem de "smartphone barato".

Crescimento exponencial nas receitas durante o 2.º trimestre

Xiaomi
Métricas de crescimento da Xiaomi apresentadas no seu relatório fiscal.

Atualmente a Xiaomi está já à frente da Apple, atrás apenas da Samsung no mercado global durante o trimestre em questão. Ainda assim, durante o mês de junho a Xiaomi superaria inclusive a Samsung para se tornar na maior fabricante global.

Os resultados extremamente positivos são fruto de um crescimento a dois dígitos em todas as áreas de operação. Todavia, é no setor IoT com o seu ecossistema de produtos Xiaomi onde a marca encontrou um dos maiores bastiões, crescendo 35,9% anualmente.

Segundo a fabricante, existem agora mais de 374 milhões de dispositivos IoT conectados à plataforma da Xiaomi. Esta métrica não inclui sequer os tablets e smartphones Android da Xiaomi. São métricas que atestam o seu poderio atual.

Mais ainda, a empresa fez saber que existem mais de 7,4 milhões de utilizadores que possuem pelo menos cinco produtos da marca chinesa. Entre estes produtos contam-se os aspiradores robot, lâmpadas inteligentes, aquecedores, entre outros.

Consumidores começam a adotar os smartphones premium da Xiaomi

Xiaomi
Métricas de crescimento da Xiaomi apresentadas no seu relatório fiscal.

Em síntese, todos os principais indicadores são francamente positivos. Entre estes destaca-se o mercado global, de extrema importância para a Xiaomi. Ao mesmo tempo, a marca também tem vindo a reforçar a sua posição na China.

Ainda assim, é no exterior que a marca reconhece agora a sua grande vitória. São já, com efeito, 22 mercados onde a Xiaomi é a maior fabricante de smartphones apurando-se o volume de smartphones vendidos.

Entre estes está a França, Itália, bem como a nação vizinha da Espanha. Em Portugal, a Samsung ocupa o lugar cimeiro, com a Xiaomi também presente no Top 3.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.