Xiaomi promete acabar com os problemas da sua MIUI

Rui Bacelar
Comentar

A MIUI é a interface de utilizador (UI) desenvolvida pela tecnológica chinesa Xiaomi, baseando-se e revestindo todos os aspetos do sistema operativo Android da Google. É um dos elementos mais apreciados da marca, mas ainda com muita margem de melhoria.

Aponta-se-lhe a falta de consistência ou coerência em diversos aspetos, sendo incrível em alguns quesitos e medíocre noutros. É perante esta conclusão que a Xiaomi anuncia agora a formação da sua MIUI Pioneer Team que terá muito trabalho pela frente.

A Xiaomi anunciou hoje a criação da MIUI Pioneer Team

Xiaomi MIUI Pioneer Team
A criação da nova equipa foi feita através da rede social chinesa Weibo.

A MIUI nasceu em 2010 como interface proprietária da Xiaomi e, desde então, já passou por diversas iterações, melhorando com cada uma delas. Em jeito de curiosidade, a UI foi desenvolvida mesmo antes de a Xiaomi produzir qualquer hardware.

É, portanto, um autêntico pilar da empresa, tendo esta skin do Android uma importância simbólica para a Xiaomi. Atualmente, a MIUI está repleta de funcionalidades, ampliando as funções do Android puro e trazendo várias ferramentas úteis adicionais.

Não é, contudo, uma obra perfeita, apresentando várias inconsistências entre diferentes produtos. Aliás, esta inconsistência pode ser encontrada num mesmo smartphone ao explorarmos diferentes menus e secções da interface. Falta-lhe o brio, a coesão e a maturação que encontramos, por exemplo, na One UI da Samsung.

A nova equipa de pioneiros quer aprimorar a MIUI

Reconhecendo esta problemática, a Xiaomi anunciou hoje (17) através da rede social chinesa Weibo, a constituição e lançamento da MIUI Pioneer Team na China, durante esta semana. Trata-se de uma iniciativa para colher o feedback dos utilizadores e trabalhar a partir daí com o intuito de uniformizar e melhorar a experiência de utilização da sua MIUI.

Note-se que atualmente a MIUI está dividida em dois grandes setores, a versão para a China e a versão Global. Felizmente, a nova equipa não atuará apenas na versão chinesa, apontando a Xiaomi que os seus esforços serão canalizados para ambas as versões.

Em declarações à publicação AndroidAuthority um representante da Xiaomi partilhou diversas informações sobre a iniciativa. "É nossa convicção que, ao reforçar a comunicação online com os utilizadores consigamos ganhar novos pontos de vista e informações cruciais sobre os problemas atuais e, desse modo, trabalhar para melhor servir os nossos utilizadores".

MIUI Pioneer Team

A mesma fonte apontou ainda que a equipa de pioneiros conta com vários engenheiros séniores da empresa. A seu cargo ficarão aspetos como o controlo de qualidade, otimização do hardware, entre outros aspetos.

Em síntese, contamos com uma MIUI mais coesa e uniforme daqui em diante, ou pelo menos assim que a nova equipa começar a laborar. É um esforço louvável dado na direção certa, sobretudo agora que a Xiaomi se afirma como uma das maiores fabricantes mundiais e as suas ambições são verdadeiramente globais.

Em nota pessoal, sinto que este é um dos passos mais importantes que a Xiaomi deu na sua história recente. Caso queira ser efetivamente uma potência global, todo o seu produto, do hardware ao software, tem que ir ao encontro das expectativas dos consumidores, sobretudo para mercados mais exigentes como o europeu.

A Xiaomi é atualmente uma das forças que maior crescimento apresenta em Portugal. Assim, com uma MIUI mais atraente para o consumidor ocidental, nada a impede de continuar a afirmar-se junto do nosso mercado.

Esperamos, assim, que seja o consumidor o maior beneficiado com esta nova iniciativa da fabricante chinesa.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.