Huawei cada vez mais forte, Xiaomi a ganhar terreno no mercado Android

Rui Bacelar
A fabricante chinesa apostará forte no Velho Continente. O mercado norte-americano terá de esperar. ©reuters

Huawei e Xiaomi, dois colossos do mercado Android em forte crescendo, na China e não só. Estas são as "boas novas" avançadas pela imprensa internacional que dá conta de um crescimento sem precedentes de ambas as fabricantes. Em 2018, segundo nos dá conta a DigiTimes, assistiremos à estipulação de novos recordes para estas marcas.

Ambas com sede na China e com uma grande vontade de se implementarem de forma cada vez mais sólida em mercados como o Europeu. Ambas com produtos cada vez mais cativantes e com tecnologias de ponta. Ambas com um preço extremamente competitivo para os seus produtos, especialmente a Xiaomi.

Vê ainda: quer bater recorde de vendas de smartphones em 2018

Agora, segundo este novo relato, a Huawei terá efetivamente dominado o mercado Android no que à China diz respeito. Com um total de 150 milhões de dispositivos móveis Android vendidos em 2017, os objectivos para o mercado Android em 2018 são ainda mais ambiciosos. A meta terá sido estipulada para os 200 milhões de equipamentos a serem vendidos em 2018.

Contudo, desenganem-se se acham que a Huawei é a única grande marca chinesa que cresce a dois dígitos. Com efeito, a Xiaomi será outra das grandes concorrentes para o mercado Android. Relembro que em 2017 a fabricante chinesa almejou vender 90 milhões de terminais, tendo ultrapassado a meta por si colocada.

Huawei e Xiaomi, dois colossos do mercado Android

A chave para o sucesso da Xiaomi terá sido o 2º maior mercado Android em todo o mundo, a Índia. Aí, a linha Redmi terá conquistado completamente o mercado com as suas ofertas de alto valor e baixo custo. Algo que não passou despercebido à Huawei que apostará neste teatro de operações com a sua sub-marca, a Canalys e CMR.

Huawei quer vender 200 milhões de unidades, Xiaomi cerca de 150

A fabricante chinesa entraria recentemente no nosso mercado.

Agora, para 2018 a Xiaomi terá definido um magnânimo objectivo de vender 120 a 150 milhões de dispositivos móveis Android. Só o tempo dirá se esta marca conseguirá fazer chegar tantos dos seus terminais ao mercado Android. Nesse sentido, a recente expansão para Espanha e Portugal certamente ajudarão a atingir estes valores. Ora, será agora uma questão de tempo até que 2018 e os consumidores expressem o seu julgamento.

Cumpre ainda salientar que a empresa de Lei Jun está prestes a celebrar o seu 8º aniversário no próximo dia 6 de abril. A marca é uma das que mais tem crescido no panorama chinês e global, estando já presente em vários TOP's 5 das maiores fabricantes em diversos mercados.

Por último, podemos ainda destacar a OPPO e a Vivo, duas empresas praticamente desconhecidas na Europa. Ora, já são a 2ª e a 3ª maiores fabricantes de dispositivos móveis no seu mercado natal, a China.

E tu, tens algum dispositivo móvel destas marcas?

Assuntos relevantes na 4gnews:

P20

Google Play Store cresceu mais do que a Apple App Store em 2017

d

Via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.