Xiaomi está a derrubar tudo e todos na Europa! Huawei não está a aguentar a pressão!

Filipe Alves
Comentar

A Xiaomi está a crescer a olhos vistos na Europa. Por sua vez, depois do problema que a Huawei teve com o governo americano, que lhe impossibilita de utilizar serviços Google, a empresa luta para continuar relevante no velho Continente.

De acordo com os analistas da Canalyses, a Xiaomi subiu consideravelmente em 4 mercados super importantes para a marca. Infelizmente não temos os dados de Portugal, porém, não deverá faltar muito para que os analistas da IDC nos revelem.

Xiaomi sobe como nunca na Europa

Xiaomi

Com a entrada da Xiaomi na Europa, vemos o gráfico de "YoY growth" maior do que qualquer outro fabricante. Estes números dizem-nos quanto é que a fabricante cresceu de um ano para o outro. No caso da Huawei vemos a "linha a vermelho". Isto é, o quão a fabricante retraiu nos países mencionados.

Xiaomi cresce Huawei cai

A Xiaomi ainda não está em primeiro lugar em nenhum mercado europeu, porém, a sua corrida está a mostrar que o investimento está a valer a pena.

Xiaomi cresce Huawei cai

Espanha é o mercado mais promissor para a Xiaomi

Como seria de esperar, devido ao forte investimento da Xiaomi no país vizinho, a Espanha é um dos países com maior destaque. A Xiaomi está em segundo lugar, logo após a Samsung, mas apenas com 1% da cota de mercado da liderança. Parece que a abertura de lojas físicas por toda a Espanha está a resultar.

Aliás, aproveita para conhecer os produtos Xiaomi que valem realmente a pena comprar. O mesmo pode ser dito quanto aos melhores telemóveis Xiaomi da atualidade, ou dos mais incríveis smartphones chineses no mercado.

Huawei cai forte em todos os mercados

Huawei P30

Infelizmente a Huawei não está a conseguir conquistar os utilizadores sem lançar novos modelos de smartphones. As notícias e desconfiança à volta da empresa também não é um bom Marketing.

A Huawei caiu mais de 40% YoY na França e Alemanha. Países que a Huawei estava a conquistar não só com os seus gama média mas também com os seus topo de gama.

Samsung vê liderança ameaçada

Samsung

Só na Alemanha é que a Samsung não é líder. Porém, a tarefa de se manter em primeiro lugar nos outros mercados não está fácil. A marca tem investido cada vez mais em smartphones de gama média de forma a combater o sucesso dos modelos da Xiaomi e Huawei.

Em suma, esta será uma batalha que espero ver em 2020. Acredito plenamente que no final de 2020 teremos um mercado mais diversificado e com mais concorrência que nunca.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.