Xiaomi e MediaTek vão trabalhar ainda mais juntas no futuro! Entende

Filipe Alves
1 comentário

A Xiaomi e a MediaTek tem vindo a trabalhar juntas no fabrico de novos smartphones, porém, parece que esta relação ficará ainda mais forte no futuro.

Ao que parece, a Xiaomi e a MediaTek trabalharão em conjunto para fabricar processadores destinados só e apenas a alguns modelos de smartphones da Xiaomi. Ou seja, um processador a pensar no software. Algo que a Xiaomi já há muito procura.

MediaTek fabricará os processadores da Xiaomi

smartphones Xiaomi e MediaTek

Resta-nos saber como é que esta parceria será feita. Quem é que desenhará os chips? A Xiaomi ou a MediaTek? Se a Xiaomi desenhar a estrutura dos processadores conseguirá tirar mais proveito do restante hardware e software do smartphone.

Porém, acredita-se que esta parceria de fabrico de processadores será apenas para smartphones de gama média e de entrada. Assim sendo, não imagino que a Xiaomi gastará muito tempo e dinheiro no desenvolvimento desses mesmos processadores.

Xiaomi já tentou fabricar os seus processadores

Esta decisão não deve ter chegado por acaso. A Xiaomi já tentou fabricar os seus processadores para os telemóveis. Contudo, por razões desconhecidas não teve sorte para concluir o projeto.

Apoiar-se à MediaTek parece uma jogada interessante. É uma das fabricantes que mais processadores para smartphones fabrica no mundo, tem aumentado consideravelmente a qualidade dos chips e os seus componentes são mais baratos que a Qualcomm. Ou seja, dá a oportunidade às fabricantes de smartphones de praticar preços mais apelativos à compra.

Ainda muito se está para descobrir nesta nova parceria entre a Xiaomi e a MediaTek. Todavia, só temos de a olhar com bons olhos. Esperemos apenas que a MediaTek não caia no erro do passado com os problemas de atualizações do software Android nos seus processadores.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.