Xiaomi: CEO usa estes quatro smartphones

Mónica Marques
Comentar

O CEO da Xiaomi, Lei Jun, revelou os quatro modelos de smartphones que utiliza diariamente e em simultâneo.
Para surpresa de muitos fãs da marca chinesa, entre os modelos encontram-se smartphones que foram lançados em 2021.

CEO da Xiaomi revela quais são os seus smartphones

Xiaomi CEO Lei Jun
O CEO da Xiaomi revelou, na rede social Weibo, quais os quatro smartphones que usa atualmente

O CEO da Xiaomi, Lei Jun, escolheu a rede social chinesa Weibo para revelar quais são os quatro modelos de smartphones que usa em simultâneo e a título diário. Os modelos mais recentes Xiaomi 12 e Redmi Note 11T Pro estão entre os selecionados.

Mas para surpresa de muitos fãs da marca chinesa, os outros dois modelos são o Xiaomi Mi 11 Ultra e o Xiaomi Civi, ambos lançados no ano passado, em março e setembro respetivamente.

Recorde-se que o Xiaomi Mi 11 Ultra foi um dos primeiros topo de gama da marca e que coupa um lugar de destaque na história da fabricante chinesa. O modelo conta com o processador Snapdragon 888 5G emparelhado com de até 12 GB de memória RAM e de até 512 GB de capacidade no armazenamento interno.

Mas um dos grandes atrativos do terminal é, sem dúvida alguma, o seu módulo de câmara traseira que já provou ser capaz de um desempenho acima da média. A configuração tripla conta com um sensor primário de 50 megapixéis, complementado por um ultrawide de 48 megapixéis e ainda um sensor telefoto também com 48 megapixéis de resolução.

O Xiaomi Mi 11 Ultra está disponível em Portugal por um preço a começar nos 799 euros.

Especificações Redmi Note 11T Pro

Mas Lei jun utiliza também diariamente dois dos modelos mais recentes da marca chinesa, o Xiaomi 12 e o Redmi Note 11T Pro. Este último, aliás, foi apresentado no passado dia 24 de maio e para já ainda só está disponível no mercado chinês.

O Redmi Note 11T Pro chega com o processador Dimensity 8100 da MediaTek que é complementado por de até 8 GB de memória RAM e de até 256 GB de capacidade no armazenamento interno.

Executa Android 12 sob a interface MIUI 13 e é alimentado por uma bateria de enorme de 5.080 mAh com suporte para carregamento rápido de 67 watts.

Integra também um ecrã LCD IPS de 6,6 polegadas com uma resolução de 2.460x1080 pixéis e uma taxa de atualização de até 144 Hz.

Já na parte ótica conta comuma configuração de câmara traseira tripla com um sensor principal de 64 megapixéis, um ultrawide de oito megapixéis eum sensor macro com dois megapixéis de resolução. Na zona frontal exibe uma câmara de 16 megapixéis.

O Redmi Note 11T Pro foi disponibilizado no mercado chinês por um preço bastante acessível de cerca de 250 euros.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.