Xiaomi admite um aumento no preço dos seus smartphones

Carlos Oliveira
Comentar

A Xiaomi apresentou recentemente os resultados financeiros respeitantes ao último trimestre de 2020, com lucros na ordem dos 415 milhões de euros. Mas durante essa apresentação, um dos seus executivos abriu a porta a um cenário que não agradará aos seus fãs.

Wang Xiang, presidente da Xiaomi, admitiu perante os investidores que a marca poderá ser obrigada a aumentar o preço dos seus smartphones e demais produtos. Algo motivado por fatores alheios à tecnológica chinesa.

Escassez de componentes poderá obrigar a Xiaomi a aumentar os preços

É do conhecimento geral que o mercado de fornecimento de componentes enfrenta tempos conturbados. A escassez chips é uma infeliz realidade à escala global e que afeta diversos setores tecnológicos, não apenas o dos smartphones.

Xiaomi Mi 11
Momento da apresentação do Xiaomi Mi 11

A Xiaomi, como empresa que comercializa produtos tecnológicos, não passa ao lado deste cenário. Com a perspetiva do aumento dos valores de aquisição destes componentes, a empresa poderá ver-se obrigada a passar esse custo acrescido para o consumidor.

"Continuaremos a otimizar os custos dos nossos dispositivos, isso é certo. Para ser honesto, faremos o nosso melhor para oferecer o melhor preço possível aos consumidores. Mas às vezes, podemos ter que passar parte do aumento dos custos para o consumidor em diferentes casos."

Estas foram as declarações deixadas por Wang Xiang perante os investidores da Xiaomi. Sem nunca o afirmar diretamente, o executivo deixa a indicação de que o preço dos seus produtos poderá subir brevemente.

As curtas margens de lucro que a Xiaomi pratica (entre 8 a 9%) não ajudam a prevenir este infeliz cenário. Ou seja, a almofada financeira da empresa chinesa é já tão reduzida que ela não terá fundo de maneio para sustentar o aumento dos custos de produção dos seus dispositivos.

Esta decisão ainda não está confirmada, mas é já uma forte possibilidade para um futuro próximo. Sem uma confirmação, fica igualmente por saber se o aumento dos preços aplicar-se-á a todos os seus smartphones ou apenas aos novos lançamentos.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.