Xiaomi acusa Realme de ser uma marca de "cópias"!

Vitor Urbano
4 comentários

Hoje em dia já é difícil vermos a Realme lançar um smartphone e não ser feita uma comparação direta a um qualquer smartphone da Xiaomi. Esta comparação é feita não porque são consideradas cópias dos modelos da Xiaomi, mas sim porque na maioria das vezes, apresentam-se como verdadeiros rivais.

Agora, Manu Kumar Jain — Vice-Presidente da Xiaomi — acusou a Realme de ser uma marca que se limita a copiar ideias implementadas por outras fabricantes. Esta afirmação de Jain surgiu em resposta a um tweet que comentava o facto de muitos utilizadores dizerem que a Realme estava a implementar publicidade na sua interface por causa da Xiaomi.

Funny! A copy-cat brand mocks us. Later this brand brings ads & some ppl start blaming us.🤦‍♂️Most brands push ads but only Xiaomi is bashed. Because we've been transparent about our business model.If any journalist wants to understand our internet business, I'm happy to talk! https://t.co/FecT1c3Khl

— Manu Kumar Jain (@manukumarjain) 4 de janeiro de 2020

CEO da Realme "fugiu" à acusação e volta a atacar a Xiaomi

Em resposta ao VP da Xiaomi, Madhav Sheth decidiu que seria politicamente correto (e provavelmente mais seguro) não comentar as acusações feitas. Em vez disso, respondeu com um novo ataque à marca, afirmando que uma empresa verdadeiramente inovadora e lider de mercado não deveria apresentar comportamentos desta natureza.

Além disso, acusou-os ainda de estarem inseguros face ao grande crescimento da Realme e que deveriam ser capazes de manter a sua dignidade e ética intacta. Para finalizar a sua resposta, o CEO da Realme Índia afirmou que vão apenas focar-se em tornar a Realme na melhor marca de 2020 e que não se importam com o resto da sua concorrência.

A real innovative brand and market leader won't behave like that.Basic dignity and ethics should be maintained no matter how insecure you are of your competitor's growth.We will focus on making #realme the best in 2020. Rest is their choice, we don't bother. https://t.co/ev2zhAV47Y

— Madhav 's Lifestyle (@MadhavSheth1) 28 de janeiro de 2020

Apesar de ser muito complicado encontrar verdadeiras inovações entre os muitos smartphones dos vários segmentos, não é muito difícil apontar alguns detalhes em que parece clara a inspiração da Realme nos produtos da Xiaomi.

POCO acabou também por ser acusada de copiar "ideias alheias"

Obviamente, este "arrufo" entre a Realme e Xiaomi acabou por envolver fãs de ambas as fabricantes e vários exemplos começaram a ser publicados no Twitter. Entretanto, um dos altos executivos da POCO Índia meteu-se ao barulho e deixou o conselho para que a Realme começasse a ter ideias originais, para conseguirem travar o declínio nas suas vendas.

Não demorou muito para que utilizadores salientassem o facto de a POCO ter-se inspirado na linha Realme X para o nome dos seus novos smartphones. Além disso, salientaram também que o slogan "Smooth AF" foi obviamente inspirado na OnePlus, que utiliza o slogan "Fast AF" para as suas câmaras há vários anos.

Certamente que ainda vamos ouvir muitas histórias sobre esta batalha nas redes sociais. Ao final do dia, o mais importante para os utilizadores é que as fabricantes lancem no mercado os melhores smartphones que conseguirem, as "inspirações" pouco importam para o consumidor final.

Editores 4gnews recomendam:

4 comentários
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.